Notícias

Filme brasileiro "Deserto Particular" recebe prêmio em Veneza

Publicado em 11/09/21 às 11h58

 
Deserto Particular, o mais novo filme do diretor Aly Muritiba, acaba de receber o prêmio do público (Premio del Pubblico BNL 2021), da Mostra Giornate degli Autori (Venice Days), no Festival de Veneza 2021. 
 
“Fazer um filme de amor, em um tempo tão turbulento, trazê-lo para um dos maiores festivais do mundo e atingir o coração da audiência, é algo muito especial. E é também uma pequena prova de que no fim o amor sempre vence! E isso não é só nos filmes, o amor sempre vence na vida real e o amor vencerá inclusive na nossa história política.”, diz o diretor Aly Muritiba, direto do festival, onde levou o prêmio. 
 
O longa é protagonizado por Antonio Saboia (Bacurau), como Daniel, um policial afastado do trabalho depois de cometer um erro. Ele mora em Curitiba, com um pai doente, de quem cuida com devoção. Seu único motivo de alegria é a misteriosa Sara, uma moça que mora no sertão da Bahia, e com quem se corresponde por aplicativo de celular. O desaparecimento súbito de Sara faz com que Daniel resolva cruzar o país em busca de seu amor. 
 
Deserto Particular será lançado no Brasil pela Pandora. 
 
O diretor
 
Nascido na Bahia e radicado no Paraná, Aly Muritiba é diretor, roteirista, produtor e montador, tendo em seu currículo ficções e documentários. Seus filmes já conquistaram mais de 200 prêmios em festivais de cinema, e foram exibidos em festivais como por Sundance (Ferrugem, 2018), Veneza (Tarântula, 2015) San Sebastian (Para minha amada morta, 2015/ Ferrugem, 2018) e Semana da Crítica, Cannes (Pátio, 2013). Em Gramado, Ferrugem conquistou prêmio de Melhor Filme e Roteiro (co-escrito com Jessica Candal). No mesmo festival, em 2021, Jesus Kid venceu os prêmios de melhor diretor, roteiro e ator coadjuvante (Leandro Daniel).

Outras notícias