Notícias

Novo filme de Aly Muritiba é selecionado para o Festival de Veneza

Publicado em 28/07/21 às 15h36

 
Deserto Particular, de Aly Muritiba, foi selecionado para a mostra competitiva Giornate degli Autori do Festival de Veneza, semelhante à Quinzena dos Realizadores de Cannes.O festival acontece entre 1 e 11 de setembro. Esse é o terceiro filme brasileiro que será exibido no evento, ao lado do curta Ato, de Bárbara Paz, e 7 Prisioneiros, de Alexandre Moratto, ambos na seção Orizzonti, e o longa A Salamandra, de Alex Carvalho, que compete na Semana da Crítica, do Festival.

Com roteiro assinado pelo diretor e Henrique dos Santos, o longa traz Antonio Saboia no papel principal, como um policial afastado do trabalho, em Curitiba, após cometer um erro. Ele apaixona por uma jovem, Sara, que mora em Sobradinho, com quem se comunica por aplicativo de celular. A cada dia mais deprimido, ele abandona tudo em sua casa e viaja em busca dessa mulher. O elenco ainda inclui Pedro Fasanaro e Thomas Aquino, entre outros.
 
O diretor explica que este "é um filme de encontros. Desde 2016, com o golpe que tirou do poder uma presidenta democraticamente eleita, minha geração, formada depois da ditadura militar, enfrenta o momento mais dramático de sua existência. O país afundou numa espiral de ódio que culminou com a eleição de um fascista como presidente. Depois da eleição de Jair Bolsonaro, todas as minorias, mulheres, indígenas, a comunidade LGBTQIA+, negros, entre outros, passaram a ser sistematicamente perseguidas, e o país se dividiu entre o sul conservador e o norte e nordeste progressista. Essa época de ódio me motivou quando decidi sobre o que seria meu próximo filme. Faria uma obra sobre encontros. Nesse momento de ódio, resolvi fazer um filme sobre o amor”,
 
Antes de Veneza, porém, Muritiba apresentará Jesus Kid no Festival de Gramado, que acontece entre 13 e 21 de agosto. Este filme baseia-se no livro homônimo de Lourenço Mutarelli, tendo no elenco Sergio Marone e Paulo Miklos.

Outras notícias