Notícias

“Pacarrete” e “Jovem em Chamas” são os grandes vencedores do Melhores do Ano do Cinesesc

Publicado em 15/04/21 às 09h00

Marcélia Cartaxo, também duplamente premiada, em cena de "Pacarrete", de Allan Deberton
 
O brasileiro Pacarrete, de Allan Deberton, e o francês Retrato de uma jovem em chamas, de Céline Sciamma ganharam os principais troféus na premiação dos Melhores do Ano, promovida pelo Cinesesc (SP). A cerimonia aconteceu virtualmente na noite de ontem (14). O nacional ganhou 6 prêmios, e o estrangeiro, 5. O documentário Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou, de Bárbara Paz, ganhou na categoria tanto no voto do público quanto da crítica.
 
Os longas premiados, além de uma seleção outras estreias nacionais em cinema e streaming no ano passado, estarão disponíveis gratuitamente até 5 de maio na plataforma do Sesc, sescsp.org.br/cinemaemcasa. Para mais informações sobre os filmes e os vencedores, acesse melhoresfilmes.sescsp.org.br
 
Abaixo, a lista completa dos ganhadores:
VOTO POPULAR
 
Melhor Filme Nacional: Pacarrete
Melhor Direção Nacional: Jeferson De (M8 - Quando a morte socorre a vida)
Melhor Atriz Nacional: Marcélia Cartaxo (Pacarrete)
Melhor Ator Nacional: Juan Paiva (M8 - Quando a morte socorre a vida)
Melhor Documentário: Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou
Melhor Roteiro: Pacarrete (Allan Deberton, André Araújo, Natália Maia e Samuel Brasileiro)
Melhor Fotografia: Beto Martins (Pacarrete)
 
Melhor Filme Estrangeiro: Retrato de uma jovem em chamas
Melhor Direção Estrangeira: Céline Sciamma (Retrato de uma jovem em chamas)
Melhor Atriz Estrangeira: Scarlett Johansson (Jojo Rabbit)
Melhor Ator Estrangeiro: Willem Dafoe (O farol)
 
 
VOTO DA CRÍTICA
 
Melhor Filme Nacional: Pacarrete
Melhor Direção Nacional: Geraldo Sarno (Sertânia)
Melhor Atriz Nacional: Marcélia Cartaxo (Pacarrete)
Melhor Ator Nacional: Irandhir Santos (Fim de festa)
Melhor Documentário: Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou
Melhor Roteiro: Pacarrete (Allan Deberton, André Araújo, Natália Maia e Samuel Brasileiro)
Melhor Fotografia: Miguel Vassy (Sertânia)
 
Melhor Filme Estrangeiro: Retrato de uma jovem em chamas
Melhor Direção Estrangeira: Céline Sciamma (Retrato de uma jovem em chamas)
Melhor Atriz Estrangeira: Adèle Haenel (Retrato de uma jovem em chamas)
Melhor Ator Estrangeiro: Willem Dafoe (O farol)

Outras notícias