Notícias

Gregório Duvivier e Monique Gardenberg discutem quarentena e humor em “5xComédia”

Publicado em 24/03/21 às 13h27

 
 Gregório Duvivier durante as filmagens do episódio Hipocondríaco (Crédito: Divulgação)

Numa noite de insônia, ainda no começo da pandemia, em 2020, Monique Gardenberg concebeu de uma vez todos os episódios da antologia 5xComédia, disponível na Amazon Prime. “O grande desafio era criar algo que pudesse ser filmado remotamente. Mas não era apenas isso, era preciso pensar em algo que trouxesse um olhar, mantivesse a história de pé do ponto de vista técnico, dramatúrgico”, disse a diretora em coletiva de lançamento da série, via Zoom.
 
Os episódios têm como tema a pandemia e o isolamento social, e Gardenberg confessa que o humor, para ela, é a chave mais pertinente no momento. “A comédia tem uma função corretiva, acredito, de colocar um espelho diante da sociedade, e ela acaba sendo um chave crítica.”
 
Cada um dos atores e das atrizes estavam em suas próprias casas, às vezes, em estados diferentes. A “capacidade do cinema de enganar o público” era o artifício que unia as cenas. “Eu queria brincar com a maluquice de filmar tudo remotamente. Mas fizemos como se fosse presencial. A direção de arte ajudou muito a nos dar unidade entre as cenas.”
 
Gregório Duvivier, que protagoniza o episódio Hipocondríaco, explica que mantinha reuniões constantes com os técnicos das mais diversas áreas da equipe. “Havia uma preocupação mesmo de que estávamos fazendo um filme e tudo precisava estar correto. Era uma reunião atrás da outra, como se fosse um set normal mesmo.”
 
No episódio, Duvivier vive um pai de família cuja hipocondria é acentuada com o início da pandemia, mantendo toda a família em sua casa, mas cada um isolado num cômodo. “Esse momento em que vivemos é um paradoxo muito grande. Temos que nos preocupar, devemos ficar apavorados mesmo, mas também é preciso manter a sanidade.”
 
O ator conta que passa por “diversas fases da pandemia” ao longo de um mesmo dia. “Existem muitas quarentenas dentro dessa quarentena. É um turbilhão de emoções.” E ele ressalta que a série traz o olhar especial de Gardenberg para o ser humano. “A ideia aqui não é contar uma história única, mas grande quantidade de relações humanas. Fala de solidão e solidariedade, e isso é a singularidade das histórias.”
 
Leia mais sobre o episódio Hipocondríaco
Leia mais sobre o episódio Colapso

Alysson Oliveira


Outras notícias