Notícias

Longa brasileiro "A Nuvem Rosa" compete no Festival de Miami

Publicado em 04/03/21 às 10h43

Após ser selecionado para o Festival de Sundance 2021, o longa-metragem brasileiro A Nuvem Rosa, dirigido por Iuli Gerbase, ganha mais uma indicação no exterior, desta vez no 38ª Miami Film Festival. Com data prevista para exibição nos dias 6 e 7 de março no evento, o filme concorre na categoria Jordan Ressler First Feature Award, destinado aos cineastas estreante e oferecendo 10 mil dólares aos vencedores. Outros 11 filmes de países como Romênia e Rússia dividem espaço com A Nuvem Rosa, o único brasileiro na categoria.
 
Desde que foi exibido em Sundance, o longa-metragem vem atraindo a atenção da imprensa especializada e recebendo críticas positivas nas publicações mais respeitadas do mundo do entretenimento. No site americano Rotten Tomatoes, que reúne críticas do cinema e televisão, A Nuvem Rosa alcançou a nota máxima, com 100% de aprovação. Outro destaque é o da revista americana Variety, que avalia o filme como "Uma estreia refinada e bem-sucedida. Uma declaração fictícia definitiva sobre a experiência do lockdown".
Para a revista britânica Screen International, o filme é "perspicaz, silenciosamente perturbador. Poderosamente imaginativo".
 
Já o site Indiewire, focado no cinema independente, elogia a diretora: "Gerbase concebeu um incidente instigante fascinante e oportuno para seu filme".
 
No filme acompanha-se Giovana (Renata de Lélis), que está presa em um apartamento com Yago (Eduardo Mendonça), um homem que havia acabado de conhecer numa festa. Enquanto esperam a nuvem passar, eles precisam viver como um casal. Ao longo dos anos, Yago vive sua própria utopia, enquanto Giovana sente-se cada vez mais aprisionada.

A Nuvem Rosa é o primeiro longa-metragem da diretora, que já assinou seis curtas-metragens selecionados para diversos festivais internacionais como TIFF e Havana Film Festival. O longa-metragem tem previsão de estreia em 2021.

Outras notícias