Escrita Íntima

Ficha técnica

  • Nome: Escrita Íntima
  • Nome Original: Vieirarpad
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Brasil
  • Ano de produção: 2021
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 92 min
  • Classificação: Livre
  • Direção: João Mário Grilo
  • Elenco:

País


Sinopse

Ambos artistas plásticos, a portuguesa Maria Helena Vieira Da Silva foi casada com o húngaro Arpad Szenes por mais de 50 anos, até a morte dele, em 1985. O filme resgata sua história de amor e a importância das obras de ambos por meio de cartas que trocaram ao longo da vida.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

06/06/2022

Título nenhum talvez fizesse tanta justiça a esse documentário senão mesmo Escrita Íntima. Dirigido pelo português João Mario Grilo, o filme acompanha a troca de cartas entre os artistas Maria Helena Vieira da Silva e Árpád Szenes. Ela portuguesa, ele húngaro, trocando missivas geralmente em francês, casaram-se em 1930 e ficaram juntos até a morte dele em 1985 – ela morreu sete anos depois.
 
Grilo encontra vasto material não apenas na troca de cartas – no filme, lidas por Luís Lucas, Suzana Borges e Fernanda Lapa – como também na produção de cada um dos dois. A montagem, assinada pelo diretor e Luca Alverdi, aproveita bem as obras de arte do casal, intercalando-as com fotos e imagens das próprias cartas.
 
Não é que o filme busque – aquela ideia geralmente equivocada – entender a produção artística de Vieira da Silva e Szenes por meio de suas vidas, descritas nas cartas, pelo contrário. A relação entre vida e arte é investigada de maneira complexa, destacando como os episódios podem (ou nem sempre) materializar-se na produção deles.
 
Em 1940, chegaram ao Brasil com um passaporte temporário, instalando-se no Rio de Janeiro. Nesse exílio, ela “vive com muita amargura e de certa forma com sentimento de culpa”. Acabam se envolvendo com a vida social e artística carioca, produzindo pinturas com forte influência e presença do Brasil. Aqui conviveram com artistas como o escritor Murilo Mendes, a poeta Cecilia Meireles, o desenhista Carlos Scliar e o pintor Athos Bulcão.
 
Escrita Íntima é um filme que capta com sensibilidade duas vidas ricas em acontecimentos e sentimentos. Além disso, cumpre também a função de resgatar o trabalho de dois grandes artistas plásticos nem sempre muito lembrados atualmente. Especialistas em arte - Jean-François Jaeger, Virginie Duval, Raquel Henriques Da Silva, Fábio Koifman, Paulo Herkenhoff, Frederico Morais e Marina Bairrão Ruivo – contribuem na compreensão da importância e da produção do casal.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança