Morbius

Ficha técnica


País


Sinopse

Sofrendo desde criança de um raro distúrbio sanguíneo, Michael Morbius tornou-se cientista, cujas pesquisas são patrocinados pelo amigo Milo, que sofre do mesmo mal. Um dia, ele recorre a experiências com morcegos hematófagos, experimentando uma substância extraída deles em si mesmo. As consequências serão terríveis.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

03/11/2021

Resgatando um personagem menos conhecido do universo Marvel, Morbius, de Daniel Espinosa, revisita a velha figura do cientista brilhante mas um tanto enlouquecido, que acaba virando um híbrido de gente com morcego vampiro, interpretado por um Jared Leto que tem se empenhado em deixar para trás sua aura de galã.
 
Criado no mesmo ano do nascimento do ator - 1971 -, o personagem tem um certo charme nostálgico mas predomina uma natureza dividida e trágica a partir de seu experimento malsucedido. 
 
A história investe em alguns recursos sentimentais, como a ligação fraterna que une Michael Morbius a Milo (Matt Smith), desde a infância acometidos por uma misteriosa doença sanguínea que enfraquece seus músculos e impede uma vida normal. Entre os dois, a simbiose é alimentada também pelo patrocínio dado pelo rico Milo às experiências de Morbius, voltado ao estudo de uma substância anticoagulante encontrável nos morcegos hematófagos. 
 
Usando-se como cobaia, Morbius deflagra o inferno na terra, assumindo uma dupla natureza em que seu corpo precisa de doses regulares de sangue, o que faz antever uma pilha de cadáveres pelo caminho quando não há disponibilidade de bolsas de sangue por perto.
 
A luta do bem contra o mal amplia-se quando Milo também tem acesso ao experimento e, ao contrário do amigo, inebria-se com as novas capacidades de seu corpo, agora livre das muletas, com os sentidos mais do que aguçados e assumindo a capacidade de voar.
 
Espere-se muito CGI na profusão de duelos aéreos entre as duas criaturas híbridas, incapazes de serem contidas pela polícia convencional, sob a atenção aflita do médico que os supervisionou desde a infância, Emil Nikols (Jared Harris) e da médica assistente de Morbius, Martine Bancroft (Adria Arjona). Única personagem feminina de algum destaque, a atriz portorriquenha responde bem quando é chamada a fazer alguma coisa, mas não tem muito mais a seu cargo do que ser o interesse romântico em perigo de Morbius.
 
Girando em torno de uma ideia só, o roteiro, assinado por Matt Sazama e Burk Sharpless, literalmente não voa muito alto. Michael Keaton comparece só na parte final, em duas cenas entre os créditos, antecipando partes de uma sequência anunciada. 



Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança