O que é cinema?

O que é cinema?

Ficha técnica

  • Nome: O que é cinema?
  • Nome Original: What Is Cinema?
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: EUA
  • Ano de produção: 2013
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 80 min
  • Classificação: 12 anos
  • Direção: Chuck Workman
  • Elenco:

País


Sinopse

Documentarista e montador, Chuck Workman entrevista personalidades do meio cinematográfico que contam o que é cinema para eles e elas. O filme tem depoimentos de David Lynch, Mike Leigh, Jonas Mekas e Kelly Reichardt.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

30/08/2021

“O cinema é contagioso”, diz Jonas Mekas, ainda no começo do documentário O que é cinema?, de Chuck Workman, que, no seu longa, faz uma verdadeira declaração de amor à arte de fazer filmes. A pergunta do título é abrangente, mas o documentarista não está interessado em uma resposta definitiva – o que nem existe – mas na construção de diversas hipóteses a partir de depoimentos de gente que faz e ama cinema.
 
Diretor de diversos documentários sobre cinema, além de editor de várias cerimônias do Oscar entre 1988 e 2010, Workman é como um jovem cinéfilo curioso, com acesso a pessoas e imagens que seriam o sonho de muitos e muitas. A partir disso, ele constrói uma investigação apaixonada pela arte de fazer filmes, intercalando depoimentos e cenas de clássicos. David Lynch destaca que algumas coisas só podem ser transmitidas pela linguagem do cinema – enquanto isso, na tela, vemos a cena do museu de Um corpo que cai.
 
Cinema, parece dizer o documentário, é uma comunhão entre o público e um mundo de sonho que só existe na tela, mas transpõe essa existência a partir desse diálogo. O que é cinema?, um filme de 2013, mostra que essa relação é bastante pessoal. Uma mulher diz que prefere filmes independentes, “uma ideia fora do mainstream”. Já um rapaz conta preferir “filmes com histórias”. Por outro lado, o crítico J. Hoberman explica que “o elemento narrativo pode ser secundário num filme”. No documentário, assim como no cinema, cabem todos os gostos.
 
Questões mais críticas e teóricas também aparecem no longa, como o discutido “olhar masculino” (“male gaze”), sobre a maneira como as personagens femininas e atrizes são observadas nos filmes. Ou então do poder de um filme, como quando Peter Davis discute uma cena icônica de seu Coração e Mentes, sobre a guerra do Vietnã. Workman se mostra interessado, especialmente, naqueles que estão pensando a forma cinematográfica em seus filmes, que descontroem o cinema mais clássico e esteticamente conservador, como Ken Jacobs, Chantal Akerman, Yvonne Rainer e Mike Leigh. Seus depoimentos, nesse sentido, são esclarecedores.
 
Anne Kern, professora de Estudos de Cinema, ressalta, a partir de André Bazin, que “o que vemos na tela só existe em relação a tudo o que não está na tela. Cinema sugere ao mesmo tempo que revela”. De Abbas Kiarostami a Kelly Reichardt, passando por Costa-Gavras e Michael Moore, O que é Cinema? abre espaço para diversas formas de ver a arte e a produção cinematográfica. Mais do que olhar para o passado, Workman está interessado para onde caminha o cinema. Não é possível, obviamente, fazer previsões, mas o documentário levanta discussões que certamente pautarão o que deverá vir nos próximos anos.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança