AmarAção

Ficha técnica


País


Sinopse

Eric é um francês que vive há anos no país, mas ainda não entende bem a dinâmica local. Quando sua mulher o deixa, ele acredita que ela lançou um feitiço sobre ele. Enquanto isso, seu melhor amigo, Caco, também enfrenta problemas no casamento.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

10/06/2021

O título inusitado, AmarAção, traduz a incapacidade do protagonista do filme dizer “amarração”, pois acredita que foi enfeitiçado por sua ex-mulher. Ele é Eric, um francês vivendo no Brasil, interpretado por Eric Belhassen, diretor do filme, e roteirista, ao lado do seu irmão, Marc Belhassen. Essa é uma comédia simples e feita com boas intenções, mas que, no fundo, só deixa transparecer antigos clichês de europeus sobre o exotismo do Brasil.
 
Eric tem um melhor amigo, Caco (Caco Ciocler). Este também está vivendo uma relação conturbada com sua mulher, Karen (Luisa Micheletti), de quem acaba se separando, e os dois homens juntos enfrentam a solidão. O protagonista, no entanto, acredita ouvir a voz da ex-mulher e isso o assombra. Por isso, tenta de tudo para superar o que acredita ser um feitiço, desde procurar um pai de santo até viajar para a França, para encontrar com o irmão, e a Israel.
 
Aqui, temos a antiga história de amores e desamores, encontros e desencontros, do homem que não entende os desejos da mulher, de que o problema é ele mesmo, que o amor acabou. Belhassen, que tem no currículo o documentário Por que você partiu?, conta tudo isso com simplicidade até demais. O resultado é um filme sem muita ambição estética ou de qualquer outro tipo, e sem muito a dizer sobre os relacionamentos humanos – ao menos, nada que já não tenha sido dito à exaustão.
 
As personagens femininas não fogem aos clichês. Superficiais e um tanto fúteis, suas existências no filme não vão além de orbitar em torno dos homens. Mesmo quando separadas deles, sua função é completar os personagens masculinos. Até o filho de Caco, com quem ele tem pouco contato, mas é obrigado a hospedar em casa quando sua primeira ex-mulher precisa viajar, serve apenas para que o personagem de Ciocler veja alguma verdade sobre a vida que ele desconhecia.
 
Os elementos brasileiros aparecem vistos pela ótica do estrangeiro que nem consegue falar direito “amarração”. Assustado com o perigo de ser vítima de um trabalho de sua ex-mulher, Eric busca ajuda esotérica, mas esbarra em charlatões e aproveitadores. A cena numa loja de produtos esotéricos é a melhor do filme, graças à presença da atriz Ciléia Biaggioli como uma vendedora.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança