Aqueles que me desejam a morte

Ficha técnica


País


Sinopse

Owen é perito contábil e descobriu segredos da vida de alguns chefões. Quando o promotor que está com estes dados é morto, Owen percebe que deve desaparecer, levando seu filho, Connor. Seu destino é Montana, onde ele procura a proteção do cunhado, o xerife Ethan. A vida de Connor também dependerá da intervenção de uma bombeira florestal, Hannah.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

25/05/2021

Estrela de melodramas - como o que lhe deu o Oscar em 2000, Garota, Interrompida - e intérprete de filmes de ação - Lara Croft: Tomb Raider -, Angelina Jolie procura juntar o melhor dos dois mundos em sua nova personagem, Hannah Faber. Bombeira das florestas de Montana, ela é a única mulher de seu grupo e não perde em nenhum quesito para os rapazes. Mas, há algum tempo, um trauma, envolvendo a morte de alguns garotos num grande incêndio, abalou-a profundamente. Afastada de seu trabalho, repleto da adrenalina que ama, ela é transferida para uma torre de observação do clima, onde tudo o que deve fazer é reportar a mudança dos ventos.
 
Bem longe dali, na Flórida, a vida de duas pessoas está para mudar drasticamente. A notícia de que um promotor foi assassinado com sua família acende o alerta do perito contábil Owen (Jake Weber), que pega a estrada com o filho, Connor (Finn Little). Em seu encalço, os dois matadores que liquidaram o promotor, Jack (Aidan Gillen) e Patrick (Nicholas Hoult). 
 
Tempos atrás, Owen desvendou informações cruciais para o promotor, que comprometem chefões da alta roda, que não querem ver revelada a sua criminosa contabilidade paralela. Agora, a vida de Owen e Connor está em perigo.
Em Montana, vive o xerife Ethan (John Bernthal), irmão da falecida mulher do contador e a pessoa a quem ele recorre para ajudá-lo. Jack e Patrick, no entanto, sabem para onde Owen e Connor estão indo, espalhando um rastro de morte na sua pista.
 
Em algum momento desta caçada implacável, Connor vai acabar sozinho na floresta de Montana e encontra Hannah, num momento em que ele precisa desesperadamente de ajuda. O relacionamento entre estes dois ocupa boa parte da história, em que a capacidade física da bombeira será colocada à prova muitas vezes.
 
Um núcleo paralelo inclui o xerife Ethan e sua mulher, Allison (Medina Senghore), grávida de seis meses, já que eles serão também expostos à sanha dos dois matadores. Estes embates proporcionam sequências eletrizantes e, não raro, bastante violentas, ao gosto do diretor Taylor Sheridan, autor do roteiro de Sicario - Terra de Ninguém (2015), indicado ao Oscar pelo roteiro de A qualquer custo (2016) e co-autor deste roteiro ao lado de Charles Leavitt e Michael Koryta, este o autor do livro homônimo que originou a adaptação.
 
Quase todas as presenças realmente magnéticas na tela são femininas, nomeadamente Angelina Jolie e também Medina Senghore, arrasando no confronto com os matadores. Não menos simpático é o garoto australiano Finn Little, numa atuação que une doçura, fragilidade e também empatia, contribuindo decisivamente para o envolvimento do público com seu personagem. 
 
É inegável que Aqueles que me desejam a morte procura ser um entretenimento envolvente - e consegue, desde que se deixe de lado o fato de que há vários personagens quase descartáveis ao longo do caminho. Contribui para isso a perícia dos dois matadores, realmente impiedosos e nada bobos.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança