Sobre Amor. Somente Para Adultos

Sobre Amor. Somente Para Adultos

Ficha técnica


País


Sinopse

Um autor de sucesso, de um bestseller sobre romances, está em Moscou para um workshop para os fãs. Intercalam suas falas diversas histórias retratando histórias de amor, sexo e muita confusão.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

05/04/2021

John Malkovich é o chamariz de elenco para esta comédia russa, dividida em vários episódios, girando em torno do envolvimento amoroso. Malkovich interpreta uma espécie de guru do romance, autor de um livro, “Como manter o amor nos dias de hoje?”, que está ministrando um workshop em Moscou para um auditório repleto e ávido por ouvir seus conselhos.
 
As participações de Malkovich neste workshop aparecem regularmente entre os episódios do filme, cada um retratando um tipo de relacionamento e dirigido por um diretor diferente. Mas um sinal de machismo já contamina o clima de saída, quando se veem três mulheres, uma policial, uma professora e uma caixa de supermercado, todas descontando seu estresse no ambiente à sua volta, o que é atribuído aos vários dias sem sexo de cada uma…. Mau começo.
 
A policial, Olya (Ravshana Kurbova), depois, protagoniza uma história em que ela se envolve com um DJ, Viktor (Aleksandr Pal), em que ela, finalmente, tem a oportunidade de superar as cobranças de uma família imigrante cheia de preconceitos. 
 
A professora, Masha (Lukeriya Ilyashenko), casada há vários anos, é convencida pelo marido a sacudir a rotina de seus 15 anos de casamento e entrar num clube de suíngue. Na primeira tentativa, ela se descobre na casa de uma jovem ex-aluna e seu marido saradão, mas vai em frente, rumo a muita confusão.
 
Outras histórias envolvem uma garota ansiosa para perder a virgindade a qualquer preço e um famoso ator sendo raptado por um casal interessado em seu sêmen - para ter um filho bonito.
 
Falta leveza e sobram clichês e um bocado de machismo na maior parte do tempo. As participações de Malkovich não são decisivas a ponto de salvar o projeto e ainda soam um bocado como uma auto-ajuda espetaculosa.

Neusa Barbosa


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança