Bill & Ted: Encare a Música

Ficha técnica


País


Sinopse

Desde os anos de 1990, Bill e Ted são amigos e já viveram muitas aventuras. Agora, na meia-idade, com seus casamentos ruindo, recebem uma missão de uma mulher do futuro: criar uma música que salvará a humanidade. Sem saber o que fazer, viajam no tempo para roubar a tal música deles mesmos.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

03/11/2020

Quase trinta anos depois de Bill & Ted: Dois loucos no tempo, Alex Winter e Keanu Reeves retomam seus personagens cômicos, que já renderam dois filmes e uma série. No final dos anos de 1980, os dois personagens eram dois adolescentes abobalhados, tentando criar uma apresentação com a ajuda de uma máquina do tempo. Agora, em Bill & Ted: Encare a música, os dois, na meia-idade, com casamentos fracassados e pais de duas meninas, tentam, novamente, fazer uma música de sucesso, que irá salvar o mundo. Para isso, novamente, viajam no tempo.
 
Sem nada de promissor no presente ou no futuro, eles tocam em casamentos, até que recebem a visita de uma mulher do futuro, que alerta: eles deverão criar a música definitiva para unir o mundo todo e evitar o fim da civilização. Eles resolvem, então, viajar para o futuro e tomar deles mesmos o que criaram. “Isso não é roubo?”, pergunta um. “Não, se estamos roubando de nós mesmos”, responde o outro.
 
Enquanto isso, as filhas adolescentes de Bill e Ted, Thea (Samara Weaving) e Billie (Brigitte Lundy-Paine), viajam para diversos passados, e tentam montar uma banda com os melhores músicos da história, o que inclui Mozart, Louis Armstrong e Jimmy Hendrix. Essas duas narrativas, que vêm e voltam no tempo, também incluem o inferno e a morte, entre outras coisas.
 
Desde o segundo longa da trilogia, as carreiras de Reeves e Winter tomaram caminhos bem distintos. O segundo se tornou um documentarista renomado, dirigindo filmes como The Panama Papers e Zappa, sobre o famoso músico Frank Zappa. Reeves, como todos sabem, fez, desde então, filmes como Drácula, Matrix e John Wick, só para ficar nos sucessos. Por isso, é ainda mais inusitada essa reunião, e o fato de ambos aceitarem retomar os personagens tantos anos depois.
 
Dirigido por Dan Parisot, Bill & Ted: Encare a música mantém o mesmo humor levemente tolo e um tanto ingênuo dos filmes anteriores. O roteiro, assinado pelos criadores da série, Chris Matheson e Ed Solomon, brinca exatamente com as idas e vindas no tempo, além das mentalidades dos protagonistas que parecem paradas na década de 1990, enquanto suas duas filhas se revelam muito mais espertas do que eles, o que pode indicar novos caminhos e novas protagonistas para uma eventual continuação.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança