Como Perder um Homem em 10 Dias

Ficha técnica


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

23/04/2003

Essa comédia romântica funciona como um manual às avessas, bem-humorado e inteligente sobre o que não fazer num relacionamento sob o risco de afastar para sempre aquele ou aquela que se pretende cativar.

Ajuda bastante a escalação do par romântico, Kate Hudson e Matthew McConaughey, que estabelece de início uma boa empatia com o público. Kate, a loirinha que já apareceu como a groupie grudenta de Quase Famosos, tem beleza, talento e um indiscutível charme para se candidatar ao posto de Meg Ryan da nova geração. Filha da atriz Goldie Hawn, demonstra saber usar a veia cômica da mãe.

A história explora com criatividade os eternos desencontros entre homens e mulheres que, muitas vezes, põem a perder seus relacionamentos por não saberem dosar corretamente amor e dedicação. A brincadeira mostrada no filme vale para os dois sexos e deve servir também para alertar os casais sobre suas estratégias de conquista.

Kate é Andie Anderson, jornalista de uma revista dedicada a reportagens fúteis e fofocas. Ela tenta fugir dos eternos "temas femininos" e procura escrever sobre assuntos mais sérios. Sempre em vão. Sua editora não quer mudar a fórmula da publicação.

Em troca de maior liberdade na escolha de seus temas, Andie propõe à chefona escrever uma história sobre como arruinar um relacionamento em dez dias.

Katie inspira-se em sua amiga Michelle (Kathryn Hahn), uma moça tímida, sem sorte nos relacionamentos. Ela é grudenta, chorona, liga sem parar para o namorado, enfim, táticas erradas para conquistar um homem, segundo o manual de Andie.

A jornalista vai usar como cobaia o publicitário Ben Barry (Matthew McConaughey). Só que ela não sabe que o rapaz também a usará, pois fez uma aposta garantindo que qualquer mulher se apaixonaria por ele em dez dias. Se ganhar, será o responsável pela milionária campanha publicitária de um cliente que fabrica diamantes.

Andie usará todas as suas armas para afastar o rapaz e ele engolirá todos os sapos para não perder a aposta. Ganhará uma samambaia, um cachorro feioso e mijão e terá de dizer que adorou os presentes. Suas noites de pôquer com os amigos foi arruinada para sempre e será obrigado a ver filmes lacrimosos no cinema. Ela também não parece tão satisfeita em bancar a chata, com o risco real de perder um namorado que tem suas qualidades. Quem vai vencer ou perder esse jogo talvez não tenha nada a comemorar ou lamentar no final do prazo. É esperar para ver.

Cineweb-24/4/2003

Luiz Vita


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança