O mundo encantado de Gigi

Ficha técnica

  • Nome: O mundo encantado de Gigi
  • Nome Original: Yonayona pengin
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Japão
  • Ano de produção: 2009
  • Gênero: Infantil, Animação
  • Duração: 87 min
  • Classificação: Livre
  • Direção: Rintaro
  • Elenco:

País


Sinopse

Gigi é uma órfã que sonha em ser uma pinguim que voa. Quando vai para um mundo paralelo e mágico, ela parece ser a única salvação para uma aldeia de goblins. Será que ela está preparada para isso?


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

20/12/2010

Depois da festa visual de Ponyo – Uma amizade que veio do mar, de Hayao Myazaki, chega aos cinemas brasileiros um outro longa de animação japonês, O mundo encantado de Gigi. Dirigido por Rintaro (Metropolis), o filme abusa do colorido e da criatividade, com uma história maluca, mas, por isso mesmo, tocante e engraçada. A animação circula apenas em cópias dubladas.
 
Combinando elementos orientais e ocidentais, “O mundo encantado de Gigi” conta uma história sobre superação e o poder da imaginação, tendo ao centro a personagem-título, uma menina órfã de pai que sonha em ser uma pinguim – e não bastasse isso, também quer voar.
 
Ela não se importa em brincar sozinha – as crianças do bairro sempre a perseguem porque ela veste uma fantasia de pinguim. Seu pai era especialista nesse tipo de ave e contava histórias fantasiosas para a menina – numa delas, jurava ter voado com um bando de pinguins, e isso despertou a imaginação da menina.
 
Uma série de acontecimentos mágicos, no entanto, tiram-na de sua rotina. Primeiro, um boneco estranho ganha vida e a leva para algo que ele chama de “loja de pingüins” – onde há milhões de brinquedos, guloseimas e móveis no formato da ave. O novo amigo ganha vida e um nome, Charles. Uma mistura de gato com boneco, ele é na verdade um goblim, e leva Gigi para sua aldeia. Lá, ela descobre que estão sendo perseguidos por um ser maligno, Boukkha-Boo, que sempre manda uma criatura gorducha em seu lugar para destruir a cidade dos goblins, enquanto ele se fortalece.
 
Gigi pode ser a salvação deles. Eles acreditam que ela seja uma ave que não sabe voar e a decepção é enorme quando descobrem que ela é uma garota. Ainda assim, ela se esforça para ajudar seus únicos amigos de verdade.
 
O mundo encantado de Gigi é um desenho voltado especialmente para o público infantil – que deverá se identificar com a protagonista. Mas seu visual colorido e a sagacidade da história – ao mesmo tempo acessível e complexa – garante uma hora e meia de entretenimento também para adultos, que podem vê-lo como uma espécie de Alice no País das Maravilhas japonês.  

Alysson Oliveira


Trailer


Comente
Comentários:
  • 06/01/2011 - 21h17 - Por FILME PERTURBADOR Filme inapropriado para crianças de 4 a 6 anos que eram 80% das crianças da sala.
    A chamada/propaganda é uma enganação. Vocês fizeram propaganda parcial quando deram 3.5 estrelas para um filme de ZERO estrelas.Os pais e acompanhantes da sala em que estive ficaram constrangidos tentando acalmar seus filhos que choravam.....nada prazeroso para um final de ano.Minha filha chorou e quis ir embora (graças a Deus por isso).
    Demônios, pai morto, anjo caido, alma, morcegos,psicologia deturpada ....perturbador
    Francamente.

  • 10/01/2011 - 18h04 - Por Junior Desculpa aí, mas "filme perturbador"? Na sala em que vi também havia crianças (óbvio), mas nenhuma delas chorou ou reclamou de nada... Está certo que é um filme bem diferente (na estética e no conceito) daqueles da Disney-Pixar... mas daí a ser perturbador... Todos os exemplos perturbadores citados (de "demônios a morcegos") estão presentes em vários desenhos animados atuais, exibidos inclusive diariamente nos programas infantis da tv aberta.
  • 10/06/2011 - 22h35 - Por Magda O filme é muito bom para as crianças. Meu filho tem 04 anos e adorou! Assistimos juntos e achei muito interessante o comentário que ele fez sobre o Boukkha-Boo (personagen diabinho do mal)ser a outra parte do diabinho do bem da aldeia Goblin.Pertubador? Não achei, talvez um pouco misturado de crenças, mas nem tão doutrinário comparado aos clássicos infantis normalmente visto e lido pelas, ou para as crianças há séculos.
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança