Andarilho

Andarilho

Ficha técnica

  • Nome: Andarilho
  • Nome Original: Andarilho
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Brasil
  • Ano de produção: 2007
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 80 min
  • Classificação: Livre
  • Direção: Cao Guimarães
  • Elenco:

País


Sinopse

Três andarilhos percorrem caminhos distintos nas estadas do nordeste de Minas Gerais. Enquanto caminham, pensam sobre suas vidas, sobre a existência, sobre o mundo.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

11/09/2008

Para usar uma palavra bem em voga atualmente, Cao Guimarães (O Fim do Sem Fim) é multimídia. Mas o classificar com essa expressão da moda é simplesmente o rotular sem fazer justiça ao seu trabalho. Quem conhece seus documentários, por exemplo, sabe que são diferentes do registro documental comum, pois trabalham com poesia visual e sonora. Seus temas também parecem passar longe do palpável, e se enveredam por outros rumos – até raros no cinema brasileiro. Seu novo documentário, Andarilho não é diferente, e por isso mesmo é muito bom.

Noroeste de Minas Gerais, entre Montes Claros e Pedra Azul. Três homens solitários e suas trajetórias sem rumo. Eles são Valdemar, Nercino e Paulão – mas seus nomes são revelados apenas no final. Suas vidas, como a de todos nós, são transitórias – embora, talvez, eles tenham mais noção disso do que muitas pessoas. Caminhando solitários por estradas e paisagens desoladas, muitas vezes, parecem as únicas pessoas sobre a Terra. Um dos andarilhos em seus delírios, comenta sobre Deus, espíritos e até a NASA. Seus monólogos indicam a dificuldade de uma dura existência.

Em seu segundo filme da trilogia da “Solidão” (o primeiro é A Alma do Osso), artista plástico e cineasta, Guimarães radicaliza com a poesia e transforma cada imagem num quadro em movimento – algumas seduzem, outras podem causar algum repúdio, mas nunca são descartáveis.

Filmado em vídeo de alta definição em três rodovias mineiras, Andarilho discursa em seu subtexto sobre a luta pela existência – como bem mostra uma imagem de um grilo tentando sobreviver em meio ao movimento da estrada.

Os sons do filme – não apenas a trilha, porque há toda uma diferença nesse documentário – são da dupla O Grivo, que captou o som direto, montou e fez a concepção sonora. O que se ouve na tela condiz com aquilo que se vê – criando uma forte harmonia.

Andarilho é um filmes para gosto refinados – para aquelas pessoas que querem ver o que se faz na contramão do convencionalismo, para aqueles que gostam de ver poesia na tela, e assim sair do cinema compreendendo um pouco mais sobre a vida, sobre mundo.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança