Quem Sabe?

Ficha técnica


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

11/02/2003

As artes observam uma à outra. O cinema está de olho no teatro, quer se trate de uma busca de referências, de pistas para sua própria reinvenção ou apenas de exercícios de estilo. A tela costuma nutrir-se da boa e muito mais velha arte teatral que, afinal, está na raiz das boas histórias.

Esta saborosa comédia de Jacques Rivette joga o palco no centro de sua trama de uma forma ainda mais visceral. Seu início mesmo está uma encenação da peça Come Tu Mi Vuoi, de Luigi Pirandello. Há uma certa estranheza, porque a peça, interpretada em italiano, acontece num teatro em Paris, com um elenco misto de franceses e italianos e relações humanas das mais dúbias dentro e fora dos camarins. A atriz principal é a francesa Camille (Jeanne Balibar), que vive um conflito de identidade e amor na vida e na arte. Está envolvida com seu co-protagonista e diretor da companhia, o italiano Ugo (Sergio Castellito, de O Homem das Estrelas). Mas não sossega enquanto não reencontra um antigo amor, o professor de filosofia Pierre (Jacques Bonnaffe), que agora está casado com uma professora de balé, Sonia (Marianne Basler).

As relações entre os dois casais começam a entrelaçar-se, incorporando ainda um outro foco, que reforçará o vínculo teatral deste filme. Ugo procura um texto inédito do italiano Carlo Goldoni, autor clássico do século XVII, e flerta com a bela filha de um colecionador de textos antigos, Dominique (Hélène de Fougerolles). O irmão da moça, Arthur (Bruno Todeschini), tecerá ainda uma ligação essencial entre Camille e Sonia.

O desenrolar deste imbróglio verdadeiramente pirandelliano conclui-se dentro do próprio cenário da peça encenada desde o começo do filme - um recurso cômico delicioso, feito com habilidade pelo veterano cineasta francês (autor de A Bela Intrigante), redimindo o filme de algumas engasgadas de ritmo que vieram antes. A produção fez parte da competição oficial do Festival de Cannes/2001.

Cinewe-14/2/2003

Neusa Barbosa


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança