Kill Bill Vol. 2

Ficha técnica


País


Extras

Making of

Filmografia

Galeria de fotos

Trailer


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

04/10/2004

O segundo capítulo de Kill Bill consegue ser incrivelmente superior ao primeiro, que já era excelente. Aqui, cumprem-se duas expectativas lançadas na parte inicial: Uma Thurman revela seu nome e finalmente fica cara a cara com o famigerado Bill (David Carradine). Retoma-se a frustrada cerimônia de casamento em Two Pines, El Paso, brutalmente interrompida por um tiroteio - toda filmada num preto-e-branco fenomenal. Dadas as devidas explicações para a quase-execução da Noiva sem nome (Uma Thurman), ela está novamente na estrada, no encalço não só de Bill, mas dos autores do massacre no casamento: Budd (Michael Madsen) e Elle Driver (Darryl Hannah).

Sem querer estragar as surpresas desta seqüência, vale dizer que o segundo capítulo é contra-indicado para espectadores claustrofóbicos, especialmente na primeira metade do filme. Um ótimo personagem novo é o mestre chinês Pei Mei (Gordon Liu), com quem a Noiva aprendeu quase tudo o que sabe - inclusive uma arte decisiva para o confronto com Bill, muito embora ele também guarde pelo menos uma espetacular surpresa contra sua ex-amada.

Com menos sanguinolência do que o filme original, esta segunda parte mantém um ritmo excelente e é extremamente inventiva. Trata-se nada mais, nada menos, de uma reinvenção do faroeste sob uma fórmula pop. Esta Noiva sem Nome não fica nada a dever em energia e coragem ao bom e velho Homem sem Nome de Clint Eastwood. Não será nenhuma surpresa se estes personagens de Kill Bill forem retomados em novas produções em futuro próximo.

Neusa Barbosa


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança