Festivais

Festival de Gramado 2021

"Carro Rei", o longa protagonizado por Matheus Nachtergaele (foto) venceu 4 Kikitos: melhor filme, direção de arte, desenho de som e trilha musical. A comédia pop paranaense "Jesus Kid", de Aly Muritiba, conquistou outros 3 prêmios: direção, roteiro e ator coadjuvante (Leandro Daniel Colombo). Ambos os filmes comentam e satirizam o impasse político do País.

"Os arrependidos" e "Presidente" são os vencedores do É Tudo Verdade

Na Competição Brasileira, o documentário vencedor foi "Os Arrependidos" (foto), de Ricardo Calil e Armando Antenore. Na Competição Internacional, o dinamarquês "Presidente", de Camilla Nielsson. Ambos serão reprisados na próxima terça (20), na plataforma É Tudo Verdade/Looke.

Documentário “A Meia Voz” vence o 30° Cine Ceará

O filme A Meia Voz, de Patricia Pérez e Heidi Hassan, foi o vencedor do Cine Ceará. O documentário autobiográfico ganhou o Troféu Mucuripe nas categorias de melhor Longa-metragem e melhor montagem, para Heidi Hassan, Patricia Pérez e Diana Toucedo, e prêmio no valor de R$ 20 mil para distribuição do filme no Brasil.

Cine PE 2020: documentário sobre sertão encerra festival

Com "Nós, que ficamos" (foto), de Eduardo Monteiro, sobre famílias do sertão pernambucano que resistem à migração, e o drama carioca "O buscador", de Bernardo Barreto, que focaliza uma crise numa família rica e dividida, terminou a 24a. edição do Cine PE, este ano em formato híbrido, via TV e streaming.

"17 quadras" e "Eyimofe" vencem a Mostra SP

O documentário norte-americano "17 Quadras" (foto), de Davy Rothbart, e a ficção nigeriana "Eyimofe ("Este é meu desejo"), de Arie Esiri e Chuko Esiri, foram os grandes vencedores da 44ª Mostra de SP para o júri oficial. Outros prêmios foram dados pelo público e pela crítica. A repescagem da Mostra começa hoje (5) e vai até dia 8/11.

"Luz nos Trópicos" vence o Olhar de Cinema

Uma viagem pela história e pela natureza das Américas, "Luz nos Trópicos" (foto) foi o longa vencedor, na opinião do júri do festival Olhar de Cinema. Para o público, ganhou "A Metamorfose dos Pássaros", de Catarina Vasconcelos, também premiado com a Melhor Contribuição Artística. E, para o júri da Abraccine, o melhor foi o longa mexicano "Los Lobos", de Samuel Kishi.

Vencedores do É Tudo Verdade terão reprise na terça

O É Tudo Verdade reprisará nesta terça os dois longas-metragens vencedores das mostras competitivas: "Libelu - Abaixo a Ditadura", de Diógenes Muniz (foto), e "Colectiv", de Alexander Nanau. Os links para os filmes poderão ser acessados gratuitamente pelo site do festival.

"King Kong en Asunción" e o colombiano "La Frontera" ganham os principais troféus em Gramado

O longa brasileiro "King Kong en Asunción" (foto), de Camilo Cavalcante, e o colombiano "La Frontera", de David David, ganharam os principais troféus da 48ª edição do festival gaúcho, que superou o desafio da pandemia com exibições multiplataforma.

Ganhador do Urso de ouro retrata resistência e critica pena de morte no Irã

Ganhador do Urso de Ouro, o drama iraniano "There is no evil", de Mohammad Rasoulof, faz uma denúncia ética sobre a pena de morte em regimes autocráticos e reflete posição engajada do diretor, condenado à prisão em seu país, por suposta "propaganda contra o governo islâmico".

Brasília termina com saldo positivo, apesar de tudo

Houve vaias, carta interrompida, protestos, mas o festival, vencido por um filme dirigido por uma mulher (Maya Da-rin), que retrata o mundo indígena, manteve sua energia, mantendo espaço para falar de política e grandes temas nacionais, como a representatividade e a violência. Por Neusa Barbosa

"Pacarrete" conquista três prêmios em Gostoso

O filme Pacarrete, de Allan Deberton, conquistou três prêmios na 6ª Mostra de Cinema de Gostoso, realizada em São Miguel do Gostoso (RN): júri popular, imprensa e Prêmio DOT Cine – DCP de longa-metragem.

Repescagem exibe 29 filmes da seleção da Mostra

A partir desta quinta (31/10) e até o dia 6/11, o CineSesc recebe sessões de 29 filmes que se destacaram na 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Integram o programa extra da Mostra, filmes premiados como "Honeyland", "Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou", "Dente de Leite e System Crasher".

"Greta" é o grande vencedor do Cine Ceará

Greta, de Armando Praça, foi o grande vencedor do Cine Ceará.  A produção cearense ganhou o Troféu Mucuripe nas categorias de melhor longa-metragem, direção e ator para Marco Nanini (foto).

Gramado realiza sua edição mais aguerrida

Marcada por protestos e defesa do cinema diante de cortes e ameaças de censura, o festival gaúcho tornou-se palco de resistência, sem deixar de contemplar a criatividade - que se expressou, de maneira particular, no grande vencedor desta edição, o cearense Pacarrete (foto), de Allan Deberton.

Olhar de Cinema 2019

O júri da Mostra Competitiva do Olhar de Cinema elegeu o longa-metragem brasileiro "Diz a ela que me viu Chorar", de Maíra Bühler, como o melhor filme desta edição.

Cannes 2019

A distopia futurista "Bacurau", de Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, ficou com um dos prêmios mais importantes desta edição, dividido com o drama social francês "Les Misérables", de Ladj Ly. A Palma de Ouro foi dada ao sul-coreano "Parasite", de Bong Joon-Ho, uma cástica sátira político-social. O espanhol Antonio Banderas e a inglesa Emily Beecham levaram os prêmios de atuação.

Começa a repescagem com destaques da Mostra

A repescagem oferece uma nova chance de o público assistir a filmes que estiveram na programação das duas semana da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Integram a programação extra da Mostra, que acontece no Cinesesc de 1º a 7/11, parte dos finalistas do Troféu Bandeira Paulista, e filmes premiados pelo público e pela crítica, como Cafernaum e ¡Las Sandinistas!, em pelo menos três sessões diárias.

"Temporada" é o grande vencedor em Brasília

Longa mineiro, dirigido por André Novais Oliveira, levou os prêmios de melhor filme, direção de arte, fotografia, ator coadjuvante (Russão) e atriz (Grace Passô). A melhor direção e o prêmio da Abraccine ficaram para o longa "Los Silencios", de Beatriz Segnier (SP). Por Neusa Barbosa

"Petra" é o grande vencedor do Cine Ceará

O filme dirigido pelo veterano Jaime Rosales ficou com os troféus de melhor longa, direção, ator, roteiro e melhor longa para a crítica - Prêmio Abraccine. Entre os curtas, os mais premiados foram "O vestido de Myriam" (RJ) e o pernambucano "Nova Iorque".
Por Neusa Barbosa

"Homens que jogam" vence Olhar de Cinema de Curitiba

O filme esloveno-croata “Homens que Jogam” foi o vencedor do Olhar de Cinema 2018, encerrado nesta quarta-feira. O longa-metragem brasileiro “Sol Alegria”, de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira, recebeu o prêmio especial do júri, que ainda concedeu ao filme “Boa Sorte”, de Ben Russell, o prêmio de Contribuição Artística.

Palma de Ouro vai para o Japão precário de Hirokazu Kore-eda

No final, deu Japão. O delicado, mas também intenso drama Une affaire de famille/Shoplifters, de Hirokazu Kore-eda levou a Palma de Ouro. Seu concorrente direto, o fortíssimo BlacKkKlansman, do norte-americano Spike Lee, passou raspando, levando o segundo prêmio mais importante, o Grande Prêmio do Júri.

Repescagem traz alguns destaques da Mostra

Como já é tradicional, alguns filmes da Mostra serão novamente exibidos na repescagem realizada no CineSesc. A programação extra começa nesta quinta-feira (2/11) e termina no dia 8. A programação traz seleção dos títulos desta edição e parte dos finalistas do Troféu Bandeira Paulista, além de alguns filmes das retrospectivas de Alain Tanner e Agnès Varda.

Festival do Rio consagra "As boas maneiras"

O longa "As Boas Maneiras", da dupla paulista Juliana Rojas e Marco Dutra, foi o grande vencedor do Festival do Rio. O filme venceu os troféus de melhor longa de ficção pelo júri da Première Brasil, melhor longa para o júri da FIPRESCI, troféu Félix de melhor longa de ficção, melhor atriz coadjuvante (Marjorie Estiano) e melhor fotografia (para o português Rui Poças).Por Neusa Barbosa

Brasília consagra longa mineiro "Arábia"

Vencedor de cinco prêmios - melhor filme para o júri oficial, melhor longa para o júri Abraccine, melhor montagem, trilha sonora e ator (Aristides de Sousa), o longa mineiro "Arábia", de Affonso Uchoa e João Dumans consagrou-se numa edição do festival que destacou a voz dos excluídos e invisibilizados sociais. Por Neusa Barbosa

11ª Cine BH

"Bangkok Nites", de Katsuya Tomita, uma coprodução entre Tailândia, Japão, Laos e França, que concorreu no Festival de Locarno, apresentou os dilemas da trajetória de Luck, uma prostituta de luxo, lutando com problemas familiares e pessoais para afirmar-se num país devastado pelo colonialismo. O filme apresenta ecos de Apichatpong Weerasethakul, o mais celebrado diretor tailandês. Por Neusa Barbosa

Cine Ceará 2017

O drama "Ninguém está olhando", de Julia Solomonoff, que aborda a crise pessoal de um ator homossexual que se auto-exila em Nova York, obteve os troféus de melhor filme, ator, montagem do júri oficial e também o de melhor longa pela ABRACCINE (Associação Brasileira dos Críticos de Cinema). Por Neusa Barbosa

Olhar de Cinema 2017

O melhor longa do festival Olhar de Cinema de Curitiba foi "El Mar La Mar", de Joshua Bonnetta e P. Sniadecki (EUA), que elabora de forma poética os dramas da fronteira entre os EUA e o México, envolvendo imigrantes e locais. O prêmio especial do júri ficou para o documentário sírio "300 milhas", sobre a guerra civil naquele país. O melhor longa brasileiro foi "Meu Corpo é Político", que aborda a história de quatro transexuais. Por Neusa Barbosa

Bellocchio e versão restaurada de "Lavoura Arcaica" fecham repescagem

Exibição do polêmico "Diabo no Corpo" (foto), de Marco Bellocchio, na terça, e de cópia restaurada do premiado drama brasileiro "Lavoura Arcaica", de Luiz Fernando Carvalho, na quarta, finalizam a programação extra da 40a. Mostra.

Festival do Rio 2016 anuncia seus premiados

Na seção Première Brasil, o melhor longa de ficção foi "Fala Comigo", de Felipe Scholl. O melhor documentário, "A lita do século", de Sergio Machado, retratando a rivalidade entre dois boxeadores nordestinos. O júri popular preferiu o longa "Era o Hotel Cambridge", de Eliane Caffé, e o documentário "Divinas Divas", estreia na direção da atriz Leandra Leal.

"A cidade onde envelheço" vence Festival de Brasília

O filme, de Marília Rocha, foi o grande vencedor do festival, com quatro prêmios: filme, direção, atriz e ator coadjuvante.