Notícias

Documentário e debate focalizam desafios da comunidade Yanomami

Publicado em 09/08/20 às 12h46

Em celebração ao Dia Internacional dos Povos Indígenas, neste domingo, 9 de agosto, a distribuidora Descoloniza Filmes deixará disponível gratuitamente em seu site o filme Como Fotografei os Yanomami, de Otavio Cury, de sexta (7/8) até terça (11/08). Na segunda (10/08), às 21h, a Descoloniza promoverá um debate com Maurício Ye'kwana, liderança do povo Ye’kwana e diretor da Hutukara Associação Yanomami, intermediado por Otavio Cury e por Renata Tupinambá, da Rádio Yandê. A conversa irá rolar no YouTube da Descoloniza.
 
Maurício falará dos desafios da Terra Indígena Yanomami, que passa por um dos momentos mais críticos de sua existência: a luta para retirar os 20 mil garimpeiros que invadiram o território e o desafio de combater o coronavírus. A liderança indígena também está à frente da campanha #ForaGarimpoForaCovid, com petição on-line para a desintrusão dos invasores: www.foragarimpoforacovid.org.
 
Na conversa, será abordada também a situação nas aldeias e dos atendimentos de saúde, além do pensamento xamânico, refletindo sobre o uso de imagens dos Yanomami durante a pandemia, temas presentes no longa-metragem Como Fotografei os Yanomami.
 
Serviço:
 
Filme : Como fotografei os Yanomami
BRASIL, 2018 | 72 min | Documentário
Direção: Otavio Cury
Sinopse: Para os Yanomami, estar doente é ter sua imagem agredida. Para resgatá-la, os xamãs fazem seus rituais de cura. Mas, para os enfermeiros que chegam às aldeias, as doenças e os remédios são outros.
 
Disponível de 7 a 11 de agosto gratuitamente no Vimeo:
 
Live com Maurício Ye'kwana, intermediação de Otavio Cury e Renata Tupinambá
Quando: Dia 10 de agosto, às 21h
Onde: YouTube

Outras notícias