Notícias

CineSesc apresenta Retrospectiva do Cinema Brasileiro

Publicado em 05/12/18 às 18h39

Visando dar uma maior visibilidade ao cinema brasileiro e uma nova oportunidade para que o público redescubra alguns de seus melhores lançamentos do ano, o CineSesc realiza a 19ª edição de sua tradicional Retrospectiva do Cinema Brasileiro.
 
Entre 6 de dezembro e 2 de janeiro de 2019, serão exibidos 53 filmes, sendo 21 longas-metragens de ficção, 18 documentários e 14 curtas-metragens selecionados pelos curadores. Além disso, neste ano, haverá uma faixa especial com 7 longas e 27 curtas-metragens, oriundos de todo o Brasil, selecionados pelas comissões regionais do Sesc para a Mostra Sesc de Cinema Nacional.
 
Haverá também uma edição especial do Cinema da Vela, que acontecerá na quinta-feira, dia 06/12, às 19h30 quando os curadores Leila Bourdokan e Ivan Mello discutirão o balanço da retrospectiva, o panorama da produção nacional e os critérios de seleção dos filmes escolhidos.
 
Abaixo, os filmes selecionados com suas respectivas datas de exibição:
 
Paraíso Perdido
Dir: Monique Gardenberg, Brasil, 2017, 110 min
Paraíso Perdido é um clube noturno gerenciado por José (Erasmo Carlos) e movimentado por apresentações musicais de seus herdeiros. O policial Odair (Lee Taylor) se aproxima da família ao ser contratado para fazer a segurança do jovem talento Ímã (Jaloo), neto de José e alvo frequente de homofóbicos, e aos poucos o laço entre o agente e o clã de artistas românticos vai se revelando mais e mais forte - com nós surpreendentes.
Sessão com acessibilidade por meio de aplicativo.
A partir de 14 anos
Dia 8/12, sábado, às 17h
Dia 20/12, quinta, às 19h
 
 
Antes o Tempo Não Acabava
Dir: Sergio Andrade, Fábio Baldo, Brasil, 2017, 85 min
Anderson é um jovem rapaz que possui raízes na etnia indígena saterê. Quando ele se muda para Manaus e vai morar na cidade grande, ele começa a se ver preso entre os embates culturais das tradições do mundo de onde veio e cresceu e os costumes urbanos e o complexo e conturbado cotidiano da metrópole.
A partir de 16 anos
Dia 12/12, quarta, às 17h
Dia 18/12, terça, às 14h30
 
O Desmonte do Monte
Dir: Sinai Sganzerla, Brasil, 2017, 85 min
A Colina Sagrada, que depois recebeu o nome de Morro do Castelo, foi o local escolhido pelos portugueses para a fundação da cidade do Rio de Janeiro. Sua estrutura representa uma importante referência histórica e arquitetônica do passado da cidade carioca e, segundo uma lenda urbana, as entranhas do morro guardam um tesouro nunca encontrado. Apesar de toda relevância, o Morro do Castelo foi destruído por reformas urbanísticas que visavam promover uma especulação imobiliária na região, acabando com um dos maiores pilares da história da Guanabara.
A partir de 10 anos
Dia 6/12, quinta, às 17h
Dia 28/12, sexta, às 14h30
 
Híbridos - Os Espíritos do Brasil
Dir: Vincent Moon e Priscilla Telmon, Brasil, 2018, 85 min
O documentário faz um estudo experimental e etnográfico sobre os cultos religiosos do Brasil atual. Além disso, é também uma pesquisa sobra as formas de fazer cinema hoje e o desafio de representar o que é, aparentemente, invisível.
A partir de 12 anos
Dia 15/12, sábado, às 17h
Dia 28/12, sexta, às 21h
 
A Luta do Século
Dir: Sérgio Machado, Brasil, 2018, 78 min
Um retrato aprofundado sobre a maior rivalidade do boxe brasileiro e sobre o histórico de lutas (com três vitórias para cada um) que inscreveu o nome dos lutadores Luciano Todo Duro e Reginaldo Holyfield na história do esporte no Brasil. É também uma análise minuciosa sobre a luta que os dois boxeadores tiveram que travar contra as dificuldades da vida.
A partir de 12 anos
Dia 15/12, sábado, às 19h
Dia 23/12, domingo, às 21h
 
Benzinho
Dir: Gustavo Pizzi, Brasil, 2017, 95 min
O primogênito de uma família de classe média é convidado para jogar handebol na Alemanha e lança sua mãe (Karine Teles) em uma espiral de sentimentos pois, além de ajudar a problemática irmã (Adriana Esteves), lidar com as instabilidades do marido (Otávio Müller) e se desdobrar para dar atenção aos seus outros filhos, ela terá de enfrentar sua partida antes de estar preparada para tal.
A partir de 12 anos
Dia 15/12, sábado, às 21h
 
A Moça do Calendário + Reforma
 
Dir: Helena Ignêz, Brasil, 2017, 86 min
Sem emprego fixo, o quarentão Inácio (André Guerreiro Lopes) trabalha como dublê de dançarino à noite e mecânico durante o dia. Quando não está nas pistas ou operando veículos, seus pensamentos idealizam um relacionamento platônico para a bela garota que estampa o calendário da oficina.
 
Dir.: Fábio Leal, PE, 2018, 15 min
Saindo com um rapaz diferente a cada dia, Francisco revela à amiga Flávia que está insatisfeito com seu corpo gordo. Ela o ouve, mas tem dificuldade para entender a dimensão do problema do amigo.
A partir de 16 anos
Dia 6/12, quinta, às 19h
Dia 27/12, quinta, às 14h30
 
Severina
Dir: :Felipe Hirsch, Brasil, 2017, 100 min
Dono de livraria (Javier Drolas) se encanta com uma mulher (Carla Quevedo) que visita sua loja e volta dia após dia para cometer furtos. Inicialmente ele não reage, mas numa das vezes, mais interessado em puxar conversa do que recuperar o prejuízo, ele a encurrala. Ela passa então a pegar livros em outros estabelecimentos, porém ele não está disposto a se libertar da misteriosa obsessão.
A partir de 12 anos
Dia 6/12, quinta, às 21h
Dia 22/12, sábado, às 17h
 
Arábia
Dir: : Affonso Uchoa e João Dumans, Brasil, 2017, 97 min
Em Ouro Preto, Minas Gerais, um jovem (Murilo Caliari) encontra por acaso o diário de um operário metalúrgico que sofreu um acidente e por suas memórias embarca numa jornada pelas condições de vida de trabalhadores marginalizados.
A partir de 16 anos
Dia 7/12, sexta, às 17h
Dia 16/12, domingo, às 19h
 
Dedo na Ferida
Dir: : Silvio Tendler, Brasil, 2018, 90 min
Abordando o sistema financeiro e suas contradições, o documentário faz um questionamento a respeito de um dos principais discursos das autoridades financeiras: de que não podemos gastar mais do que arrecadamos. Através de diversas entrevistas, compõe-se um panorama de como o capital pode influenciar a política, os governos e a vida cotidiana de qualquer pessoa.
Todas as idades
Dia 7/12, sexta, às 19h
Dia 14/12, sexta, às 17h
 
O Animal Cordial
Dir: Gabriela Amaral Almeida, Brasil, 2017, 96 min
São Paulo. Inácio é o dono de um restaurante de classe média, por ele gerenciado com mão de ferro. Tal postura gera atritos com os funcionários, em especial com o cozinheiro Djair. Quando o estabelecimento é assaltado por Magno e Nuno, Inácio e a garçonete Sara precisam encontrar meios para controlar a situação e lidar com os clientes que ainda estão na casa: o solitário Amadeu (Ernani Moraes) e o casal endinheirado Bruno e Verônica.
A partir de 18 anos
Dia 7/12, sexta, às 21h
Dia 23/12, domingo, às 17h
 
Meu Corpo é Político + Afronte
Dir: Alice Riff, Brasil, 2017, 71 min
Vivenciando o dia a dia ao lado de diversos ativistas LGBT moradores das periferias de São Paulo, o documentário faz um panorama do contexto social em que os personagens estão inseridos e de que forma sua atuação age nas ruas. Além disso, levanta questões sobre a população trans no Brasil e suas disputas políticas.
 
Dir.: Bruno Victor e Marcus Azevedo, DF, 2017, 16 min
Ficção e documentário se cruzam para mostrar o processo de transformação e empoderamento de Victor Hugo, um jovem negro e gay, morador da periferia do Distrito Federal. Seu relato se mistura aos depoimentos de outros jovens, cujas histórias revelam diferentes formas de resistência, encontradas em discursos de valorização do negro gay. 
A partir de 12 anos
Dia 9/12, domingo, às 17h
Dia 26/12, quarta, às 19h
 
Ferrugem
Dir: Aly Muritiba, Brasil, 2017, 105 min
Assim como a maioria dos adolescentes, a jovem Tati (Tiffanny Dopke) ama compartilhar sua vida nas redes sociais e registrar todos os momentos. Porém, após perder o inseparável celular, ela se vê vítima da criminosa divulgação de seus registros íntimos no grupo de WhatsApp da turma do colégio, o que gera terríveis consequências.
A partir de 14 anos
Dia 9/12, domingo, às 19h
Dia 28/12, sexta, às 17h
 
Pela Janela
Dir: : Caroline Leone, Brasil, 2018, 87 min
Rosália (Magali Biff) é uma operária de 65 anos que dedicou toda sua vida ao trabalho em um fábrica de reatores da periferia de São Paulo. Certo dia, acaba demitida e é consolada pelo irmão José (Cacá Amaral), com quem vive. Ele resolve levá-la em uma viagem de carro até Buenos Aires com o objetivo de distraí-la e no país vizinho Rosália vê pela primeira vez um mundo desconhecido e distante de sua vida cotidiana.
A partir de 10 anos
Dia 9/12, domingo, às 21h
Dia 26/12, quarta, às 14h30
 
Saudade
Dir: : Paulo Caldas, Brasil, 2018, 77 min
Um olhar íntimo e um retrato aprofundado sobre a saudade sentida pelos brasileiros e pelos indivíduos que vivem longe de sua terra natal, habitando comunidades lusófonas em diversos países do mundo. Através de viagens a países que falam a língua portuguesa, os aspectos plásticos e sensoriais da linguagem são traçados.
A partir de 12 anos
Dia 18/12, terça, às 19h
Dia 29/12, sábado, às 17h
 
A Destruição de Bernardet
Dir: Claudia Priscilla, Pedro Marques
Referência na reflexão sobre o cinema brasileiro, o crítico e professor Jean-Claude Bernardet resolveu, aos 70 anos, tornar-se ator em longas e curtas experimentais e ousados, dirigidos por jovens realizadores. Neste documentário, o próprio Bernardet reflete sobre as críticas recebidas por esta decisão e revela suas perspectivas de vida, ao mesmo tempo em que precisa lidar com o fato de ser portador do vírus HIV.
A partir de 10 anos
Dia 19/12, quarta, às 14h30
 
Ex- Pajé
Dir: : Luiz Bolognesi, Brasil, 2018, 81 min
Um pajé passa a questionar sua fé depois do primeiro contato com brancos que julgam sua religião como demoníaca. No entanto, a missão evangelizadora comandada por pastor intolerante é posta em cheque quando a morte passa a rondar a aldeia e a sensibilidade do índio em relação aos espíritos da floresta mostra-se indispensável.
Todas as idades
Dia 19/12, quarta, às 17h
Dia 29/12, sábado, às 21h
 
Imagens do Estado Novo - 1937 - 1945
Dir: Eduardo Escorel, Brasil, 2018, 227 min
Uma reavaliação da herança deixada do período ditatorial de Getúlio Vargas através de materiais de arquivo, analisando suas fontes de inspiração externas, contradições e formas de funcionamento.
A partir de 10 anos
Dias 19 e 30/12, quarta e domingo, às 19h
 
Torquato Neto - Todas as Horas do Fim + Torre
Dir: Eduardo Ades e Marcus Fernando, Brasil, 2018, 88 min
Documentário sobre a trajetória de vida do poeta, cineasta, compositor e jornalista Torquato Neto. O longa acompanha da infância do artista em Teresina, sua cidade natal, até seu 28º aniversário, quando tirou sua própria vida após deixar colaborações indeléveis em movimentos artísticos como a Tropicália. O ator Jesuíta Barbosa dá vida a poemas e outros escritos de Torquato.
 
Dir.: Nadia Mangolini, SP, 2017, 18 min
Sinopse: Quatro irmãos, filhos de Virgílio Gomes da Silva, o primeiro desaparecido político da ditadura militar, relatam memórias de sua infância durante o regime.
A partir de 12 anos
Dia 20/12, quinta, às 21h
Dia 28/12, sexta, às 19h
 
Cidade do Futuro
Dir: : Cláudio Marques e Marília Hughes, Brasil, 2016 , 75 min
Gilmar e Igor se envolvem amorosamente, mas precisam lidar com a inesperada gravidez de Milla. Juntos, os três formam uma família em meio às terras secas da Bahia, em um local marcado pelo machismo, pela homofobia e por uma das maiores migrações compulsórias já registradas.
A partir de 14 anos
Dia 11/12, terça, às 21h30
Dia 18/12, terça, às 17h
 
Como Fotografei os Yanomami
Dir: Otavio Cury, Brasil, 2018, 72 min
Este é um retrato aprofundado dos profissionais de saúde que trabalham na região indígena Yanomami. São enfermeiros e técnicos em saúde que dedicam suas vidas a tratar os habitantes dos pequenos abrigos isolados nos confins da floresta, onde esses profissionais de saúde formaram seus polos de atuação.
Todas as idades
Dia 21/12, sexta, às 19h
Dia 27/12, quinta, às 21h
 
Praça Paris
Dir: : Lucia Murat, Brasil, 2017, 112 min
Rio de Janeiro. Camila é uma terapeuta portuguesa que trabalha na UERJ, onde atende Glória, ascensorista da universidade. Ao longo das sessões Camila se depara com uma realidade bastante violenta, já que Glória foi estuprada pelo próprio pai quando criança e seu irmão, Jonas, é um perigoso bandido que está na prisão. Cada vez mais assustada com os relatos que ouve, ela se sente ameaçada ao mesmo tempo em que Glória passa a vê-la como algo essencial em sua vida.
A partir de 14 anos
Dia 21/12, sexta, às 21h
Dia 27/12, quinta, às 19h
 
O Processo
Dir: : Maria Augusta Ramos, Brasil, 2018, 137 min
O documentário acompanha a crise política que afeta o Brasil desde 2013 sem nenhum tipo de abordagem direta, como entrevistas ou intervenções nos acontecimentos. A diretora Maria Augusta Ramos passou meses no Planalto e no Congresso Nacional captando imagens sobre votações e discussões que culminaram com a destituição da presidenta Dilma Rousseff do cargo.
Dia 22/12, sábado, às 14h30
Dia 2/1, quarta, às 21h
 
Antes do Fim + Guaxuma
Dir: Cristiano Burlan, Brasil, 2017, 86 min
Jean sente-se preso na lógica de longevidade e decide planejar sua morte conscientemente. Para isso, ele convida Helena para um suicídio a dois, e mesmo hesitante, ela o ajuda em seus planos. Juntos eles preparam todos os detalhes para o funeral, mas enquanto seguem em direção à morte se dão conta de que antes do fim ainda há uma vida inteira.
 
Dir.: Nara Normande, PE, 2018, 14 min, 14 anos
Eu e Tayra crescemos juntas na praia de Guaxuma. A gente era inseparável. O sopro do mar me traz boas lembranças.
A partir de 14 anos
Dia 13/12, quinta, às 17h
Dia 2/1, quarta, às 19h
 
O Caso do Homem Errado + Eu, Minha Mãe e Wallace
Dir: Camila de Moraes, Brasil, 2018, 70 min
Júlio César de Melo Pinto, o operário negro que foi executado em Porto Alegre pela Polícia Militar, nos anos 1980. A história do jovem é contada através de depoimentos como o de Ronaldo Bernardi, o fotógrafo que fez as imagens que tornaram o caso conhecido, o da viúva do operário, Juçara Pinto, e de nomes respeitados da luta pelos direitos humanos e do movimento negro no Brasil.
 
Dir: Irmãos Carvalho, 23 min, 2018, 23 min
Sinopse: A história de uma fotografia: uma mãe solteira, um pai ausente e uma criança.
A partir de 10 anos
Dia 13/12, quinta, às 19h
Dia 21/12, sexta, às 17h
 
 
Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava + Kris Bronze
Dir: Fernanda Pessoa, Brasil, 2017, 80 min
Uma releitura histórica sobre o período da ditadura militar no Brasil retratada através de imagens e sons exclusivos das pornochanchadas, o gênero mais visto e produzido no país durante a década de 70. A violência do Estado, a luta armada e modernização brasileira são exemplos de situações históricas que podem ser visualizadas por meio dessas obras cinematográficas.
 
Dir.: Larry Machado, GO, 2018, 24 min
No dia 8 de março, Kelly Cristina prepara uma festa apenas para mulheres.
A partir de 16 anos
Dia 13/12, quinta, às 21h
Dia 23/12, domingo, às 19h
 
Gabriel e a Montanha
Dir: Fellipe Barbosa, Brasil, França, 2017, 131 min
Gabriel Buchmann (João Pedro Zappa) tinha um grande sonho: conhecer a África. Entretanto, mais do que visitar seus pontos turísticos ele desejava conhecer como era o estilo de vida do africano, sem se passar por turista. Desta forma, decide encerrar sua viagem ao mundo justamente no continente, onde se envolve com vários habitantes locais e recebe a visita da namorada, Cristina (Caroline Abras), que mora no Brasil. Prestes a retornar, seu grande objetivo se torna alcançar o topo do monte Mulanje, localizado no Malawi.
A partir de 14 anos
Dia 16/12, domingo, às 21h
Dia 21/12, sexta, às 14h30
 
Guarnieri
Dir: : Francisco Guarnieri, Brasil, 2017, 71 min
Gianfrancesco Guarnieri foi um dos nomes mais importantes da história do teatro brasileiro. Além de ter sido um grande ator na televisão, ele foi uma imagem-síntese do artista engajado brasileiro. Porém, seus filhos atores, escolheram por distanciar arte, trabalho e política em suas vidas. Agora, seu neto e diretor Francisco busca compreender o lugar de sua geração na história, nas artes e no mundo.
A partir de 12 anos
Dia 14/12, sexta, às 19h
Dia 20/12, quinta, às 17h
 
Unicórnio
Dir: Eduardo Nunes, Brasil, 2017, 122 min
Quando o pai de Maria (Bárbara Luz) deixa sua casa, a menina e a mãe (Patrícia Pillar) voltam ao cotidiano de cuidar da casa e da plantação enquanto esperam que ele regresse. Porém, quando o destino das duas se cruza com um criador de cabras (Lee Taylor) que vive na região, elas se entregam a seus desejos e o futuro da família pode se tornar trágico.
A partir de 10 anos
Dia 14/12, sexta, às 21h
Dia 29/12, sábado, às 14h30
 
Tropykaos
Dir: : Daniel Lisboa, Brasil, 2016, 82 min
Guima é um poeta que está em crise. Em Salvador, ele sofre com as altas temperaturas do verão e acredita ter uma estranha doença: a "ultra violência solar", causada pelo calor. No submundo, bem distante dos cartões postais da cidade, Guima é usuário de crack e vive na marginalidade. Um dia, parte em uma jornada de autoconhecimento em busca de um ar-condicionado.
A partir de 16 anos
Dia 26/12, quarta, às 21h
Dia 30/12, domingo, às 17h
 
Construindo Pontes + Mesmo com Tanta Agonia
Dir: : Heloisa Passos, Brasil, 2017, 72 min
Heloisa Passos, a cineasta, é filha de Álvaro, um engenheiro civil que viveu seu auge na carreira durante a ditatura militar no Brasil. No entanto, o momento que para ele foi uma oportunidade de mostrar seu trabalho, para outros, como para sua própria filha, foi um tempo marcado pelo autoritarismo. Agora, entre memórias do passado e um futuro incerto diante da atual instabilidade política no País, pai e filha procuram outras formas de enxergar o mundo.
 
Dir.: Alice Andrade Drummond, SP, 2018, 20 min, 12 anos
No dia do aniversário de sua filha, Maria vivencia um trágico evento.
A partir de 10 anos
Dia 27/12, quinta, às 17h
Dia 30/12, domingo, às 14h30
 
Café com Canela
Dir: Ary Rosa e Glenda Nicácio, Brasil, 2017, 100 min
Após perder o filho, Margarida (Valdinéia Soriano) vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próprias. Um dia, Violeta (Aline Brunne) bate à sua porta. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida, que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido importante pra ela na juventude.
A partir de 14 anos
Dia 22/12, sábado, às 19h
Dia 2/1, quarta, às 17h
 
Auto de Resistência
Dir: Natasha Neri e Lula Carvalho, Brasil, 2018, 120 min
Um acompanhamento preciso dos casos de homicídios cometidos pela Polícia Militar do Rio de Janeiro classificados como "autos de resistência", isto é, legítima defesa. Durante a tramitação dessas ocorrências na justiça, fica evidente o padrão de imprudência da corporação em relação à elas: investigações esdrúxulas e perícias defeituosas, nas quais 98% dos inquéritos são arquivados.
A partir de 14 anos
Dia 22/12, sábado, às 21h
Dia 2/1, quarta, às 14h30
 
Todos os Paulos do Mundo
Dir: Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira, Brasil, 2017, 80 min
A carreira de Paulo José como ator é revista a partir de seus filmes, dos icônicos "Todas as Mulheres do Mundo" a "Macunaíma", passando ainda por "O Padre e a Moça", "Juventude" e "O Palhaço". Ícone do cinema brasileiro, a trajetória de Paulo José serve também como retrato de uma era no audiovisual do país.
A partir de 14 anos
Dia 8/12, sábado, às 19h
Dia 16/12, domingo, às 17h
 
As Boas Maneiras
Dir: : Juliana Rojas e Marco Dutra, Brasil, 2017, 136 min
Ana contrata Clara, uma solitária enfermeira moradora da periferia de São Paulo, para ser babá de seu filho ainda não nascido. Conforme a gravidez vai avançando, Ana começa a apresentar comportamentos cada vez mais estranhos e sinistros hábitos noturnos que afetam diretamente Clara.
A partir de 14 anos
Dia 8/12, sábado, às 21h
Dia 20/12, quinta, às 14h30
 
O Banquete
Dir: Daniela Thomas, Brasil, 2017, 104 min
Fim da década de 80, Brasil. Apesar de ter retornado à democracia, o país ainda vive uma época de extrema instabilidade política e incerteza geral. Em meio a este clima de desconfiança, uma jornalista descobre segredos podres sobre o presidente do país, que ameaçarão ainda mais o frágil equilíbrio da nação.
A partir de 14 anos
Dia 10/12, segunda, às 17h
Dia 29/12, sábado, às 19h
 
A Vida Extra-ordinária de Tarso de Castro
Dir: Leo Garcia, Zeca Brito, Brasil, 2017, 90 min
Tarso de Castro foi um dos fundadores do maior jornal independente da história do país: o Pasquim, muito ativo entre os anos 1960 e 1980. Ele enfrentou a pressão da ditadura para criar histórias satíricas e críticas em relação ao governo e à cultura nacional, junto de nomes como Millôr, Ziraldo e Jaguar. O documentário investiga os seus métodos, seus amores e suas polêmicas.
A partir de 14 anos
Dia 10/12, segunda, às 19h
Dia 26/12, quarta, às 17h
 
Piripkura
Dir: Mariana Oliva, Renata Terra e Bruno  Jorge, Brasil, 2018, 82 min
Os únicos sobreviventes do povo indígena Piripkura estão vivendo em uma área protegida no Mato Grosso. Cercados por fazendas, eles vivem com um machado velho e uma pequena tocha acesa pela última vez em 1998. Para que a área continue sob proteção, a cada dois anos uma expedição da FUNAI vai ao local assegurar que os dois ainda estão vivos.
A partir de 10 anos
Dia 11/12, terça, às 17h
Dia 23/12, domingo, às 14h30
 
 
2ª Mostra Sesc de Cinema  - Ingresso - Grátis
 
 
Desvios
Dir.: Pedro Guindani. Porto Alegre, RS. 01h33. 2016
Daniel, um jovem corretor de valores, dá um grande golpe em sua empresa de investimentos, fazendo-a comprar 15 milhões em ações de uma empresa fantasma. Romano, seu primo policial, fica encarregado de obter-lhe um passaporte falso para a fuga do país, e recomenda que Daniel se esconda por alguns dias em um apartamento do Centro da cidade, "até a poeira baixar". Mas a poeira nunca baixa, e Daniel vai se deixando consumir pela espera, pela prisão que se impôs e pelo medo de falhar em sua ambiciosa empreitada.
A partir de 16 anos
Dia 6/12, quinta, às 14h30
 
Leste Oeste
Dir.: Rodrigo Grota. Londrina, PR. 86 min. 2016
Ezequiel, um ex-piloto, volta a sua cidade natal após 15 anos para disputar uma última corrida . Ele reencontra Stela, um antigo affair; Angelo, o patriarca da família; além de Pedro, um jovem de 16 anos que sonha em ser piloto.
A partir de 14 anos
Dia 7/12, sexta, às 14h30
 
Baronesa
Dir.: Juliana Antunes. Belo Horizonte, MG., 2017, 73 min
Andreia quer se mudar. Leid espera pelo marido preso. Vizinhas em um bairro na periferia de Belo Horizonte, elas tentam se desviar dos perigos de uma guerra do tráfico e evitar as tragédias trazidas junto com a chuva.
A partir de 16 anos
Dia 8/12, sábado, às 14h30
 
Escolas em Luta
Dir.: Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli. São Paulo, SP., 2017, 77 min
No estado mais rico e um dos mais conservadores do Brasil, o modus operandi da educação pública sofre um revés quando estudantes secundaristas reagem ao decreto oficial que determina o fechamento de 94 escolas e a realocação dos alunos. A resposta estudantil surpreende. Em poucos dias, por meio de redes sociais e aplicativos, eles organizam uma reação em uma verdadeira Primavera Secundarista - algo completamente inédito. Ocupam 241 escolas e saem às ruas para protestar. O estado decreta guerra aos estudantes. Toda relação se transforma após uma revolução. ESCOLAS EM LUTA aprende e apreende com essa garotada um novo modo de construção e de estar no mundo.
Todas as idades
Dia 9/12, domingo, às 14h30
 
Lamparina da Aurora
Dir.: Frederico Machado. São Luís, MA., 2017, 75 min
Nessa fábula existencial sobre o tempo, o corpo e a natureza, um casal de idosos recebe a visita de um jovem misterioso, todas as noites na fazenda abandonada em que passaram a viver.
A partir de 16 anos
Dia 10/12, segunda, às 14h30
 
Curtas 1
Lençol de Inverno
Direção: Bruno Rubim. Descoberto, MG.  24 min. 2017. Livre.
José é coveiro na cidade grande. Quando seu irmão, com quem ele não fala há anos, lhe chama de volta a sua cidade natal para enterrar o pai, José precisa revisitar fantasmas da juventude e fazer escolhas que podem significar o fim de sua jornada e o começo de uma redenção.
 
Atrito
Dir.: Diego Lima. João Pessoa, PB. 19 min. 2017. 16 anos.
Uma força que atua sempre que dois corpos entram em choque e há tendência ao movimento.
 
Os Desejos De Miriam
Dir.: Nuno Balducci. Maceió, AL. 20 min. 2017. 16 anos.
Miriam não aguenta mais as redes sociais e a solidão de seu apartamento. Ela quer sair. Ela precisa sair...
 
Aquele Disco da Gal
Dir.: Juliana Curvo e Diego Baraldi. Cuiabá, MG. 26 min. 2017. 12 anos.
Aquele disco da Gal apresenta a história da convivência entre Henrique e Nathalia, pai e filha, que ficam juntos no apartamento da família depois que a mãe, Mariana, decide sair de casa para morar com Bia, com quem já mantinha relação amorosa há algum tempo.
A partir de 16 anos
Dia 11/12, terça, às 14h30
 
Curtas 2
Flecha Dourada
Dir.: Cíntia Domit Bittar. Florianópolis, SC. 15 min. 2017. Livre.
Entre socos e paneladas, os lutadores do grupo Flecha Dourada voltam ao ringue depois de 50 anos para reviver a era gloriosa do catch catarinense.
 
Metempsicose
Direção: Italo Rocha e Marcelo Zuza. Rio Branco, AC. 3 min. 2017. 10 anos.
Em mundo devastado pelas mãos do homem, o guardião usa de seus encantamentos para manter a última fonte de vida no planeta.
 
A piscina de Caíque
Dir.: Raphael Gustavo da Silva. Goiânia, GO. 15 min. 2017. Livre.
Sonhando em ter uma piscina, Caíque e seu amigo inseparável se divertem escorregando no chão molhado e ensaboado da área de serviço. Por causa do desperdício de água, Caíque acaba criando problemas com sua mãe.
 
Garoto VHS
Dir.: Carlos Daniel Reichel. Jaraguá do Sul, SC. 20 min. 2016. Livre.
Um garoto que no lugar da cabeça possui uma câmera VHS com a qual registra seu cotidiano decide revisitar seus registros para presentear Roberta com uma memória que parecia para sempre perdida.
 
Òrun Àiyé - A Criação do Mundo
Direção: Jamile Coelho e Cintia Maria. Salvador, BA. 12 min. 2015. Livre.
Òrun Áiyé mostra a jornada de Oxalá (Carlinhos Brown) para cumprir a sua missão, a criação do mundo. A animação será narrada pela figura do griot, representada através do historiador, Ubiratan Castro (1948-2013), carinhosamente chamado de Bira (Carlos Betão), que conduzirá a descoberta de sua neta, Luna (Fernanda Crescencio), à memória viva que é o continente africano. Os deuses Orunmilá (Jorge Washighton), Oduduwa (Fábio Santana), Exú e Nanã terão papel fundamental para o desfecho dessa história.
 
Nham-Nham, A Criatura
Dir.: Lucas de Barros. Florianópolis, SC. 13 min. 2015. Livre.
 Lucas é um garoto de 9 anos que se muda de cidade com sua mãe após a separação de seus pais. Sem muitos amigos na nova cidade, logo ele conhece alguém que o ajuda a esquecer seus problemas. O que Lucas não contava é que esquecer nem sempre é a melhor maneira de lidar com os problemas.
A partir de 10 anos
Dia 12/12, quarta, às 14h30
 
Curtas 3
A Gis
Dir.: Thiago Carvalhaes. Valinhos, SP. 21 min. 2016. 16 anos.
Gisberta Salce era uma mulher transexual brasileira que vivia como imigrante em Portugal. Ela foi brutalmente assassinada há 10 anos, e desde então se tornou símbolo da luta pelos direitos transexuais. Este documentário constrói um retrato delicado, peça por peça, de uma mulher despedaçada por um mundo indiferente.
 
Entremundo
Dir.: Thiago B. Mendonça, Renata Jardi. São Paulo, SP. 25 min. 2015. 10 anos.
Um dia no bairro mais desigual de São Paulo
 
Secundas
Dir.: Caca Nazário. Porto Alegre, RS. 20 min. 2017. 10 anos.
SECUNDAS registra o movimento de estudantes que foram presos e agredidos pela polícia ao ocupar a Secretaria da Fazenda do RS. Investiga os reflexos traumáticos que estes estudantes vivenciam na espera da decisão judicial que pode condená-los.
 
Fantasia de Índio
Dir.: Manuela Andrade. Recife, PE. 17 min. 2017. Livre.
Desde criança, ouvia minha mãe falar da minha ascendência indígena. Há duas décadas atrás meu tio materno foi ao encontro dos xukurus à procura de rastros desse passado, resolvi dar continuidade a essa busca.
A partir de 16 anos
Dia 13/12, quinta, às 14h30
 
Curtas 4
Labor
Direção: Thiago Moulin. Cachoeiro de Itapemirim, ES. 15 min. 2017. Livre.
Dividido entre a paixão pela música e o trabalho à frente de uma fábrica familiar centenária, Fábio trabalha duro enquanto projeta seus sonhos numa espécie de mundo paralelo.
 
Cosme
Dir.: Luciano Scherer.  Porto Alegre, RS. 14 min. 2016. Livre.
Thiago Médici é Cosme, um cantor e compositor que ninguém ouviu.
 
Galeria RUA
Dir.: Jonathan Dourado. Teresina, PI. 17 min. 2017. 10 anos.
O documentário Galeria RUA tenta compreender o sentido dos artistas urbanos ao expressar nas paredes e muros da cidade seus pensamentos, singularidades e empoderamentos. Qual a real mensagem está codificada nas pichações e grafites? Quem são essas pessoas e para que fazem isso? Pichação é arte ou crime? O filme dá voz aos próprios autores que mostram os pontos dentre as duas temáticas, suas diferenças e semelhanças, e como acontece a transmissão dessa comunicação na construção da rua como sua galeria a céu aberto.
 
Romana
Dir.: Helen Lopes. Palmas, TO. 25 min. 2017. Livre.
O Documentário narra a história de Mãe Romana, como é conhecida na cidade de Natividade, Estado do Tocantins. Segundo Mãe Romana, sua missão consiste em preparar a Terra para o grande eixo final. Devido suas atividades, ela é vista pela população num misto de profetisa e louca, religiosa e artista, vivendo no limite de uma experiência mística com as divindades que as orienta.
 
Metamorfose
Dir.: Jane Carmen Oliveira da Silva. Pedro Leopoldo, MG. 6 min. 2017. Livre.
Em busca de aceitação e felicidade, uma menina se espelha nas pessoas ao seu redor.
A partir de 10 anos
Dia 14/12, sexta, às 14h30
 
O Sol Nasceu Para Todos
O Sol Nasceu Para Todos, conta a história do Sol Nascente, em Ceilândia, considerada a maior favela da América Latina. Através do olhar dos personagens apresenta uma comunidade positiva sem deixar de mostrar suas dificuldades, mas, sobretudo, mostra que as periferias não podem ser vistas apenas como o lugar da transgressão, mas como lugar de resistência, solidariedade e de preservação cultural.
Todas as idades
Dia 15/12, sábado, às 14h30
 
Aurora 1964
Dir.: Diego Di Niglio. Olinda, PE. 01h06. 2017
Recife, Brasil, 2016. Dona Lourdes vai ser avó outra vez. Seu Jarbas coloca para tocar um velho Lp de Ave Sangria. Anacleto Julião assiste as imagens em super8 de seu pai exiliado no México. Seu Cícero revisita fotos antigas num melancólico fim de tarde no Engenho Galileia. Jacira relembra a tortura pública de seu tio, Gregório Bezerra. Um país em plena crise de sua democracia, marcado por conflitos políticos e sociais, é o pano de fundo das narrativas do cotidiano desses e de outros personagens que tiveram a vida atingida pelo regime militar instalado com o golpe de 1964. Aurora 1964 é um exercício de memória, que constrói pontes entre épocas da história brasileira dos séculos XX e XXI. E é um registro sobre vidas recompostas, constituídas por desvios e atravessadas pela imprevisibilidade das dinâmicas políticas do presente e do passado.
A partir de 12 anos
Dia 16/12, domingo, às 14h30
 
Curtas 5
 
Mãe dos Monstros
Dir.: Julia Zanin de Paula. Porto Alegre, RS.
...
Uma garota é perseguida por uma trupe circense. Ela está sozinha em um lugar desconhecido tentando achar a saída. Será um show de horrores? Uma história baseada no conto "La Mère aux Monstres", de Guy de Maupassant, que pretende homenagear clássicos do horror.
 
A História de Zahy
Dir.: Otoniel Oliveira. Belém, PA. 8 min. 2017. 16 anos.
O Curta de animação conta a história da criação da lua, segundo a sociedade indígena Tembé-Tenetehara, e é narrado na língua Tupi-tenetehara. Zahy é um valente guerreiro que decide fazer algo proibido na aldeia. Se for descoberto, terá de enfrentar consequências irreversíveis.
 
Dom Kimura
Dir.: Flávia Abtibol. 14 min. 2015. Manaus, AM. Livre.
Diferentemente de outros dias, hoje a rádio boca de ferro Voz Praiana iniciou suas atividades com uma programação inusitada na Orla de Manaus. Ao invés de anúncios, a herdeira da rádio, Ana Maria, resolveu convocar parentes, amigos e conhecidos para contar um pouco da história de seu fundador, o Dom Kimura, a voz mais conhecida na grande área da Manaus Moderna e que foi ovacionado por multidões nos ringues da capital onde brilhou como o indomável 'Cabecinha de Ouro'.
 
Elogio da Sombra
Direção: Joel Pizzini. Campo Grande, MS. 13 min. 2016. 12 anos.
Uma dançarina se move serenamente dentro de uma velho casarão japonês no interior do Brasil. Ela evoca o fantasma do mestre da dança Butô, enquanto se envolve com as sombras e memórias do lugar misterioso
 
Vesti La Giubba
Direção: Johil Carvalho. 2016. Brasília, DF. 15 min. 12 anos.
Livremente inspirado na ópera Pagliacci de Ruggero Leoncavallo, o curta fantasia sobre a vida do personagem Canio, anos após os trágicos eventos narrados naquela obra clássica.
 
Médico de Monstro
Dir.: Gustavo Teixeira. São Paulo, SP. 11 min. 2017. Livre.
Dudu já escolheu sua futura profissão, agora terá que enfrentar seus medos para se tornar um médico de monstros.
A partir de 16 anos
Dia 17/12, segunda, às 14h30
Grátis
 
Serviço
 
CineSesc (244 lugares)
Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César
São Paulo / SP
Fone: (11) 3087-0500
email@cinesesc.sescsp.org.br
Horário de funcionamento: das 14h30 às 21h30
 
Ingressos:
Retrospectiva do Cinema Brasileiro
R$ 12,00, R$ 6,00 e R$ 3,50
 
Mostra Sesc de Cinema
Grátis

Outras notícias