Notícias

Prêmio para filme brasileiro e protestos contra Temer em Berlim

Publicado em 18/02/17 às 12h12

imagem
O filme Pendular (foto), da diretora brasileira Julia Murat, venceu o prêmio Fipresci (Federação Internacional dos Críticos) para a seção Panorama do Festival de Berlim, cujas premiações oficiais serão anunciadas neste domingo (19-2). Concorre ao Urso de Ouro o longa Joaquim, de Marcelo Gomes, uma revisita à história de Tiradentes, protagonizado por Júlio Machado.
 
Pendular explora em seu enredo o desejo de pertencimento de um casal, uma dançarina e um artista plástico, cujo passado leva a questionamentos de suas próprias identidades pessoais e artísticas. O filme é uma coprodução Brasil/França.
 
Estrelado pelos atores brasileiros Gilda Nomacce e Ivo Müller, o curta português Os Humores Artificiais foi selecionado para concorrer no European Film Awards, a maior premiação da Europa.
 
Mas nem tudo foi festa para as equipes dos 12 filmes brasileiros, entre curtas e longas, que foram a Berlim. Notas e documentos foram lidos em diversas ocasiões durante a semana, protestando contra a crise democrática decorrente da falta de legitimidade do governo Michel Temer, entronizado após um golpe parlamentar contra a presidenta eleita Dilma Roussef, em 2016, e as perdas sofridas pela saúde, educação e a cultura com legislações aprovadas ou em vias de aprovação.
 
Foto - Orlando Margarido

Outras notícias