60 Segundos

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

03/08/2003

Nesses tempos de vitória de Rubinho Barrichello na fórmula 1, quando a paixão por acelerador, carburador e carros esportivos parece tomar conta de muita gente, o filme de Dominc Sena cai como uma luva. Pelo menos até o próximo pit-stop, porque é preciso gostar muito de carros ou de roubar carros para conseguir manter a atenção nesse filme fraquinho de roteiro que usa o talento de Nicolas Cage e a beleza de Angelina Jolie para compensar os altos e baixos da produção.

Cage interpreta Randall Raines, um pacato instrutor de kart para crianças, alucinado por carros, tirado de sua rotina com a notícia de que seu irmão caçula, Kip (Ribisi) está nas mãos de um poderoso chefe de uma quadrilha especializada em roubar carros sofisticados para serem vendidos no exterior. O rapaz, membro da gangue, acaba falhando em sua última missão e atrai a polícia para o esconderijo da quadrilha. Todos conseguem fugir, mas o golpe é abortado e o chefão decide matar o responsável pelo fiasco. Ele só não levará seu plano adiante se Randall, o irmão mais velho, que é um ladrão recuperado, concordar em roubar em apenas três dias os 50 carros que ele precisa para atender seus clientes no exterior.

Sem opção, Randall acaba aceitando a tarefa, mas precisa reagrupar sua antiga quadrilha que, agora, procura levar uma vida honesta. Entre os antigos criminosos está Sway (Angelina Jolie, que ganhou o Oscar de atriz coadjuvante por Garota, Interrompida) que trabalha numa oficina mecânica, e com quem Randall tem um caso mal resolvido. Com alguma dificuldade, ele consegue recrutar os antigos companheiros de profissão e se põe a encontrar os carros que devem ser roubados. A principal dificuldade será a ação de um policial, que desconfia do plano e passa a segui-lo cada vez mais de perto, disposto a acabar com o negócio.

Em meio às demonstrações das habilidades dos larápios, muitas cenas de perseguições de carros, extremamente bem feitas, sempre com Randall ao volante seguido de perto pelo policial que quer prendê-lo. Talvez uma das melhores cenas seja o momento em que Angelina Jolie, conhecida por sua opção bissexual, se aproxima do carro que vai roubar, uma brilhante Ferrari vermelha, e diz enquanto afaga a lataria da máquina: "Eu sempre tive uma queda pelas ruivas".

Luiz Vita


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança