Dora e Gabriel

Dora e Gabriel

Ficha técnica

  • Nome: Dora e Gabriel
  • Nome Original: Dora e Gabriel
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Brasil
  • Ano de produção: 2020
  • Gênero: Suspense, Drama
  • Duração: 82 min
  • Classificação: 12 anos
  • Direção: Ugo Giorgetti
  • Elenco: Ary França

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Testemunha involuntária do assalto e sequestro de Gabriel, Dora é jogada no porta-malas do carro dele junto com ele. Juntos, eles vão ter que se conhecer e tentar descobrir algum jeito de sair dali.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

24/06/2020

Trabalhando com um registro próximo do teatral no melhor sentido, até pela habitual meticulosidade com que desenvolve personagens e situações, o diretor Ugo Giorgetti entrega em Dora e Gabriel um drama tenso em que as camadas de suspense, intimismo e até metáfora política se sobrepõem, levando o espectador mais longe do que ele pode supor a princípio.
 
A situação que deflagra a história é policial - o imigrante libanês Gabriel (Ary França) é assaltado e sequestrado no porta-malas de seu carro. Testemunha involuntária da cena, Dora (Natalia Gonsales), que ia passando, é trancada junto com ele. Os dois nunca se viram e são jogados dentro de um espaço minúsculo, no sufoco de uma condição de perigo e incerteza. 
 
O acerto do tom está no trabalho qualificado na oscilação de climas dentro deste que será o cenário praticamente único do filme em seus claustrofóbicos e enxutos 1h22 minutos. Por força da contingência que os uniu, Dora e Gabriel vão ter que se conhecer aos poucos, à procura de uma aliança tácita que possa criar alguma alternativa ao que parece um beco sem saída.
 
Fora os diálogos tensos, rascantes, que vão pontuando quem são, afinal, estes dois perdidos na noite interminável, destaca-se o trabalho do som, que tem edição e supervisão da veterana Miriam Biderman, criando uma outra camada de sustentação do clima do filme que é essencial para que sua proposta se realize. Assim como a fotografia dessaturada de outro veterano do time, Walter Carvalho. 
 
Trancados neste porta-malas, num carro aos solavancos e fora de seu controle, os dois passageiros involuntários desta jornada infernal parecem, em mais de um momento, cidadãos deste Brasil em 2020, capturados por uma situação tão insólita quanto perigosa, à procura de uma fresta que alivie a falta de ar. Sonhar com uma abertura de fechadura e um escape também é possível - até porque sonhar sempre é possível. E, em algum momento, este maldito porta-malas vai ter que se abrir.

Neusa Barbosa


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança