The Midnight Gospel

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Clancy tem uma máquina defeituosa de viagens por universos múltiplos. Assim, com a oportunidade de conhecer outro mundo, ele entrevistas seus novos amigos perguntando sobre espiritualidade, meditação e suas filosofias.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

19/05/2020

O visual despojado e ultracolorido – praticamente lisérgico – da animação The Midnight Gospel pode esconder a sofisticação da série para adultos (a classificação indicativa é de 18 anos). Ao centro está questões profundas tratadas com um humor ácido e certa ternura (especialmente no último episódio).
 
Clancy (na versão original dublada pelo criador da série, Duncan Trussell), sai pelo universo, viajando pelos mais diversos planetas, em busca de respostas aos seus questionamentos espirituais. Seu péssimo simulador de universos (uma espécie de máquina de realidades virtuais) leva-o aos lugares mais estranhos, habitados por criaturas esquisitas, donas de verdades sobre a existência no mundo.
 
A origem de tudo está no podcast The Duncan Trussell Family Hour, assinado por Trussell, no qual ele entrevista as pessoas mais variadas sobre temas filosóficos, sobre o mundo, e o que pensam da espiritualidade e afins. A série é basicamente uma versão animada e loucamente criativa desses programas, todos disponíveis no site de Trussell.
 
Clancy é uma criatura cor-de-rosa que assume as formas mais improváveis quando viaja para outros planetas, onde irá, basicamente, conduzir entrevistas com outras criaturas estranhamente bizarras sobre a espiritualidade e técnicas de meditação. A premissa pode ser enfadonha, mas um dos roteiristas da série é Pendleton Ward, criador da animação A hora da aventura (essa para crianças), e isso já dá uma noção do tipo de humor aqui, potencializado por sua liberdade para falar de tudo de todas as formas.
 
Embora a viagem e as entrevistas sejam uma espécie de pretexto, a investigação pessoal de autodescoberta de Clancy nunca é enfadonha, seja pelo humor inesperado que advém das situações mais absurdas ou do texto repleto de cinismo, ironias e totalmente desbocado.
 
Conforme os episódios avançam, The Midnight Gospel prepara um grand finale, com um último capítulo mais longo e melancólico, no qual Clancy enfrenta seus maiores medos. A Morte (dublada pela famosa agente funerária americana Caitlin Doughty) faz uma participação especial discorrendo, entre outras coisas, sobre a morte como um complexo industrial e suas implicações diante disso. O final pode encerrar a história do protagonista – ou apenas parte dela, e deixa um espaço para uma nova temporada.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança