Testemunha invisível

Ficha tcnica


Avaliao do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Pas


Sinopse

Adriano Doria é um empresário rico e famoso, em prisão domiciliar pela acusação de ter assassinado sua amante, a fotógrafa Laura. Chega à sua casa a experiente advogada Virginia Ferrara, que deve prepará-lo para um depoimento depois que surgiu uma misteriosa testemunha que pode mudar os rumos do processo.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crtica Cineweb

22/01/2020

O suspense não é o território habitual do cinema italiano. Este é mais um motivo para prestar atenção neste Testemunha Invisível, em que o diretor e roteirista Stefano Mordini adapta - com Massimiliano Cantoni - o roteiro de um outro filme, o espanhol Contratiempo, de Oriol Paulo. 
 
O núcleo da história se passa num ambiente fechado, o luxuoso apartamento do empresário Adriano Doria (Riccardo Scamarcio). Acusado pelo assassinato da amante, a fotógrafa Laura (Miriam Leone), ele está em prisão domiciliar e recebe a visita de uma experiente criminalista, Virginia Ferrara (Maria Paiato), cuja fama é nunca ter perdido um caso no tribunal.
 
Virginia tem um prazo de três horas para preparar Adriano para um depoimento, depois que surgiu uma testemunha misteriosa, que ameaça conduzir o processo a um rumo inesperado. A advogada joga duro com o cliente, procurando fazê-lo sair do piloto automático. Ele parece esconder algo e não quer abandonar sua zona de conforto, mas ela ressalta que, assim, não poderá ajudá-lo.
 
Dois mistérios conduzem a narrativa: o que teria acontecido dentro do quarto de hotel, num luxuoso hotel nas montanhas, para onde Adriano e Laura teriam sido atraídos, por conta de uma chantagem (os dois são casados), e onde, finalmente, Laura foi morta, num quarto totalmente fechado, onde ninguém mais poderia entrar; e o que teria ocorrido a Daniele Garri (Gerardo De Blasio), jovem desaparecido há tempos e cujo caminho teria se cruzado com o do empresário e da fotógrafa num acidente. 
 
Sucessivos flashbacks recortam este duelo entre o acusado e a advogada, demolindo as certezas que o público poderá ter acumulado até ali. Não é um percurso tranquilo, ainda mais porque se soma a atuação de alguns personagens na trama, como o pai do jovem desaparecido, Tommaso (Fabrizio Bentivoglio) - e o que vemos são as versões narradas por Adriano, que mudam à medida que a advogada o contradiz e desafia.
 
Como sempre, há um equilíbrio precário neste tipo de história entre a lógica e a capacidade de manter o suspense afiado, para que o público não perca o interesse - isso tudo temperado pela injeção períódica de dúvida, simpatia, antipatia, culpa, nos perfis dos personagens principais. Tanto Adriano quanto Laura são dúbios e a capacidade de despertar empatia oscila ao longo do caminho. Apenas a advogada Virginia parece inabalável em seu propósito, assim como Tommaso, o pai do rapaz desaparecido. Mesmo isso pode mudar numa última reviravolta, que tem um toque um pouquinho trash, mas pode ser aceitável, se se pensar que se trata de um filme apenas de entretenimento.
 
Em todo caso, um pouco mais de elaboração na psicologia dos personagens Adriano e Laura teria vindo a calhar, tornando o filme todo mais sofisticado. A virada final também deixa no ar um bocado de dúvidas.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentrio:

Imagem de segurana