Aspirantes

Aspirantes

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Junior é um jovem jogador de futebol que aspira a uma carreira em um grande clube. Quando sua namorada revela que está grávida, ele deverá repensar suas escolhas e o seu futuro. Premiado no Festival do Rio e na Mostra de SP, em 2015.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

13/11/2019

Sendo o futebol um elemento cultural tão forte e importante no imaginário brasileiro é de se espantar que não existam mais filmes sobre o esporte. Aspirantes é um longa que o usa como espécie de mediador entre a juventude e o amadurecimento, acompanhando um jovem promissor num momento crucial de sua vida, quando descobre a gravidez da namorada e torce para ser descoberto por um grande clube.
 
Junior é interpretado com carinho e honestidade por Ariclenes Barroso, premiado no Festival do Rio de 2015 por esse trabalho. Ele é jovem e mora com o tio alcoólatra (Aury Porto), e nada sabemos sobre os pais do rapaz. A gravidez da namorada surfista, Karine (Julia Bernat, premiada no festival), é motivo de preocupação, mas também de alegrias. O filme, dirigido por Ives Rosenfeld (também premiado no Rio), não estigmatiza a gravidez, mas também não a transforma em algo banal. A mãe da moça (Karine Telles), por exemplo, aceita a gravidez sem grandes alardes.
 
Junior é, na verdade, inexperiente na vida, e seu olhar melancólico para tudo pouco ajuda. Sua amizade com Bento (Sergio Malheiros), aos poucos, se transforma em rivalidade quando disputam atenção de olheiros ou em peneiras de futebol. A maneira como a amizade se transforma é o arco de evolução do protagonista – mais do que a gravidez. Embora plausível – especialmente por conta da atuação de Barroso – a transformação do personagem, às vezes, é forçada, e o grande momento climático é quase gratuito.  
 
Os longos planos também nem sempre ajudam, forçam um desconforto que deveria vir de maneira mais orgânica. Mas ainda assim, a fotografia assinada por Pedro Faerstein rende bons momentos – em especial a imagem final que deveria ser de gloria, mas o sentido cumulativo do filme permite outra interpretação. Aspirantes, ganhador do prêmio da Associação Brasileira de Críticos de Cinema, na Mostra SP de 2015, é uma espécie de antifilme de futebol, despojando o esporte e os jogadores do manto da glória, mostrando que nem tudo – aliás, muito pouco – é glamour, e para cada Neymar, existem milhares de aspirantes como Junior.

Alysson Oliveira


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança