Jessica forever

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Em um mundo distópico, jovens órfãos e órfãs são perseguidos pelo governo. Levando uma vida de foras-da-lei, têm em Jessica, uma garota dotada de poderes sobrenaturais, uma liderança pela resistência.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

24/09/2019

Jessica Forever é uma distopia francesa dada aos tiques e vícios de filme de arte francês que fica no meio do caminho entre as salas do Quartier Latin e os grandes multiplexes, sem ir a fundo em nenhuma das duas pontas do espectro. O filme foi escrito e dirigido pela dupla Caroline Poggi e Jonathan Vinel, premiados curta-metragistas que fazem seu primeiro longa, parecendo um curta esticado.
 
A fotografia assinada por Marine Atlan é sempre clara, quase higienizada, o que destaca a ordenação de um mundo distópico. É tudo bem limpo e um tanto frio – mas a dupla de diretores com a diretora de fotografia é capaz de criar imagens muito belas. O problema é que apenas isso não segura um filme inteiro, especialmente esse que se calca num violência estilizada, pouca ação e diálogo minimalista.
 
Pense em qualquer distopia juvenil – de Divergente a Jogos Vorazes – feita por auteurs, e o resultado será exatamente Jessica Forever, para o bem e para o mal. No filme, o governo francês captura órfãos, que vivem à solta roubando e matando. Jessica (Aomi Muyock) é uma espécie de heroína da resistência, dotada de poderes de cura e levitação.
 
A trama do filme de Poggi e Vinel não vai muito além disso, já que a dupla está mais interessada em criar atmosfera do que narrativa. Assim, acompanhamos belas imagens que, no conjunto, nem sempre estão bem concatenadas. Jessica e sua gangue de rapazes órfãos fogem de uma ilha, esperando um confronto final com os agentes violentos, que, inevitavelmente, os encontrarão.
 
Como comentário sócio-político, Jéssica Forever é um tanto incerto, recorrendo especialmente ao embelezamento visual da distopia. Tudo é muito lindo e impressionante, o que, no fundo, dá a sensação de estar tentando esconder o quão raso o filme é. 

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança