Quem você pensa que sou

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Claire foi abandonada pelo namorado mais jovem, que a considera velha demais para manter uma relação mais séria. Transtornada, ela cria um perfil falso e mais jovem no Facebook para o perseguir, mas acaba se apaixonando pelo melhor amigo dele.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

03/09/2019

Quem Você Pensa que Sou é um filme que não se decidiu se é uma versão de Atração Fatal da era do Facebook ou um Mensagem para você sombrio. De qualquer forma, o longa do francês Safy Nebbou não se resolve o que quer ser, nem cria uma protagonista muito coerente, interpretada por uma Juliette Binoche sem muita inspiração, num piloto automático que a faz parecer uma escolha errada para a personagem, Claire.
 
É preciso, para começo de conversa, imaginar a personagem de Binoche caçando novinhos na internet, porque ela levou um fora de um amante jovem, Ludo (Guillaume Gouix). O porte e a persona da atriz – que nem deveriam ser um empecilho – tornam difícil crer nessa premissa. Mas acreditemos nisso para que a narrativa possa correr.
 
Depois de ser abandonada pelo amante, que a considera velha demais para algo mais sério, Claire cria uma conta falsa no Facebook, com uma foto de uma jovem na casa dos 20 anos, e começa a stalkear o ex-amante. Quase que por acaso, chega ao melhor amigo dele, Alex (François Civil), um fotógrafo tentando fazer um nome. Claire, por sua vez, é uma mulher experiente, professora universitária de renome e autora de vários livros – mas também solitária e manipuladora.
 
Claire – ou melhor, seu nome de guerra na internet, Clara Antunes (o sobrenome vem do escritor português Antônio Lobo Antunes, porque há um livro dele na mesa quando a protagonista está montando seu perfil falso) – começa a manter uma relação virtual com Alex, que cada vez mais pressiona a jovem linda da foto no Facebook para se encontrarem pessoalmente.
 
A estrutura do filme, escrito por Nebbou e Julie Peyr, a partir de um romance de Camille Laurens, traz Claire contando tudo isso a sua nova psicanalista, Catherine (Nicole Garcia), em quem ela ainda não confia muito. Essa personagem, aliás, deve ser a psicanalista mais antiética do cinema recente, porque o que essa mulher faz não é lá muito direito.
 
Nebbou se mostra interessado na dinâmica do desejo na era digital e na construção de personalidades e identidades num momento em que essas podem ser forjadas ao gosto do freguês, desde que se mantenham no mundo virtual.pois Quando a relação passa para o real é mais complexo, como Claire bem percebe. Como se apresentar ao namoradinho virtual quando disse para ele que está na faixa dos 20 anos mas passa dos 50?
 
Quando se trata de tecnologia, Quem Você Pensa que Sou é um filme ora datado, ora implausível. E, no fundo, é também um longa excessivamente manipulador. É uma espécie de quebra-cabeças que esconde do público algumas peças, apenas para as revelar quando lhe convém e parecer mais sagaz do que realmente é. 

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança