O mistério de Henry Pick

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Vasculhando entre as centenas de manuscritos rejeitados por editoras, que foram reunidos numa biblioteca no interior da Bretanha, a editora Daphne encontra um livro fascinante. Decide publicá-lo, mas descobre que seu autor já morreu e era o pizzaiolo da cidade. O livro torna-se um bestseller, mas o crítico literário Jean-Michel acha que por trás de tudo há uma grande armação.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

15/07/2019

Uma jovem editora, Daphné Despero (Alice Isaaz), em visita aos pais, na Bretanha, descobre que ali existe uma inusitada biblioteca de manuscritos recusados. Vasculhando entre as milhares de páginas empoeiradas, ela descobre um romance, “Os últimos dias de uma história de amor”, de um certo Henry Pick. O texto a apaixona e ela decide publicá-lo. A surpresa está na figura do autor - um pizzaiolo local, que morreu há dois anos, e cuja família nunca suspeitou que tivesse qualquer veleidade literária.
 
Tanto quanto o próprio livro, surpreendentemente bem-escrito e com referências sofisticadas, esse autor misterioso alimenta a curiosidade em torno da obra, que se torna rapidamente um bestseller. O caso todo intriga, porém, o experiente crítico literário Jean-Michel Rouche (Fabrice Luchini), que apresenta um famoso programa de televisão. 
Rouche não consegue acreditar que aquelas páginas tenham sido escritas por um homem do campo, que nunca manifestou curiosidade alguma pela literatura - mesmo como leitor. Para ele, há alguma trama secreta que ele quer desvendar, o que o leva a descobrir uma inesperada vocação para detetive. 
 
Mesmo sendo Rouche um crítico literário respeitado, a obsessão para desmascarar o que lhe parece uma grande armação o coloca em situações difíceis - e ele paga um preço. Mas sua teimosia é também cativante e ele termina por atrair uma aliada insuspeita - a filha de Henry Pick, Joséphine (Camille Cottin) que, ao contrário dele, está determinada a provar que o pai foi o autor do livro.
 
A grande graça da história está na viagem destes dois, tão diferentes, e provocando-se mutuamente, em busca da grande revelação. No meio do caminho, neste filme inteligente do diretor Rémi Bezançon, sobram comentários sobre as falcatruas do marketing e as vaidades do mundo literário - sem esquecer das pequenas paixões e vilanias humanas, que estão por trás de tudo.
 
O roteiro, assinado por Bezançon e Vanessa Portal, inspira-se no romance do autor francês David Foenkinos.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança