O mau exemplo de Cameron Post

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Cameron é uma adolescente como qualquer outra, cheia de dúvidas e questionamentos sobre si mesma. Quando é flagrada beijando outra garota, sua tia manda-a para um centro religioso, esperando que a menina seja "curada".


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

06/03/2019

Vencedor do principal prêmio da categoria ficção do Festival de Sundance deste ano, O mau exemplo de Cameron Posté lança um olhar melancólico, mas esperançoso, sobre algo horrendo: campos de conversão de jovens homossexuais. A trama, baseada no livro homônimo de Emily M. Danforth, se passa no início dos anos de 1990, mas ressoa claramente nos dias de hoje.
 
Cameron (Chloe Grace Moretz) é uma adolescente que acaba se envolvendo com uma amiga, e é pega pelo namorado quando as duas estão namorando dentro de um carro. A tia da garota (Kerry Butler), sua guardiã legal, a leva para um internato isolado numa região rural, onde jovens gays passam por uma terapia de conversão, administrada pela d1ra. Lydia Marsh (Jennifer Ehle), “uma vilã da Disney”, como bem define um dos alunos.
 
Usando sua prática como psicóloga aliada a dogmas religiosos, Marsh faz uma lavagem cerebral em seus pacientes/alunos, com a ajuda de seu irmão, o reverendo Rick (John Gallagher Jr.), a primeira pessoa a passar pelo "tratamento" ministrado por ela e livrar-se do "pecado" da atração sexual por pessoas do mesmo gênero. Para a psicóloga, o comportamento é resultado de um trauma de infância, ou maus-tratos parentais ou qualquer outra coisa que ela achar como desculpa para aplicar sua terapia.
 
Os alunos e alunas da escola permitem observar um espectro variado dentro do filme. Quem acaba chamando a atenção é uma garota que diz chamar-se Jane Fonda (Sasha Lane, de Docinho da América), que cresceu numa comunidade hippie e foi internada pelo namorado convertido em Jesus de sua mãe. Outro é Adam (Forrest Goodluck), descendente de nativos americanos. Cameron logo se torna amiga dos dois e o trio percebe que, para sobreviver ali, é preciso fingir fazer parte do jogo..
 
A diretora Desiree Akhavan – coautora do roteiro com Cecilia Frugiuele – busca, especialmente na amizade do trio, a ternura que pode vir de uma história de horror. O filme também encontra o humor, no tom delicado com que lida com o que há de improvável – embora realista – na história. O mau exemplo de Cameron Post é um filme importante para o nosso tempo e país. Pode não ser um cinema sofisticado ou arrojado, mas o que tem a dizer é de extrema relevância e urgência

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança