Escape room

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Seis pessoas de perfis muito diferentes aceitam a proposta de entrar em um prédio, com a promessa de ganhar uma recompensa em dinheiro caso saiam do lugar, depois de superar vários obstáculos. O que ainda não sabem é que a prova é mortal e apenas um participante sairá com vida.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

28/01/2019

Escape room, que já nasce com um pé em uma possível franquia, traz para a tela a emoção de um reality show com desafios de game: seis pessoas de perfis muito diferentes aceitam a proposta de entrar em um prédio, com a promessa de ganhar uma recompensa em dinheiro caso saiam do lugar depois de superar vários obstáculos. O que ainda não sabem é que a prova é mortal e apenas um participante sairá com vida, se conseguir decifrar as pistas apresentadas e escapar das armadilhas armadas.
 
Fazem parte do grupo a estudante Zoey (Tayllor Russel, da série de TV  Perdidos no espaço), o funcionário de supermercado Ben (Logan Miller, de Com amor, Simon), o executivo financeiro Jason (Jay Ellis), o caminhoneiro Tyler (Mike Nolan, de Planeta dos macacos: a origem), a ex-militar Amanda (Deborah Ann Woll) e o nerd Danny (Nick Dodani), este o único que participou de reality games anteriores, mas nada tão arriscado como o atual. Eles nunca se viram, mas viveram episódios no passado, que serão conhecidos no decorrer do filme, servindo de pretexto para juntá-los no desafio.
 
As armadilhas surgem em ambientes com fogo, frio intenso, engenhocas que destravam alçapões e contaminação com droga alucinógena, por exemplo. E quem conseguir escapar, enfrentará armadilhas ainda mais perigosas no próximo ambiente. Eles só sobrevivem por demonstrar habilidade e espírito de equipe, mas tudo caminha para que lutem pela sobrevivência e se tornem inimigos.

Em uma possível continuação, um roteiro mais criativo poderá expor quem está por trás dessa engenharia maligna e suas intenções. Mas, por hora, o diretor Adam Robitel (Sobrenatural: a última chave) se satisfaz apenas em pregar sustos e armar ratoeiras para seus personagens, sem demonstrar muita simpatia por seus personagens, com uma única exceção, que é melhor não revelar.

Luiz Vita


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança