As viúvas

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 4 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Veronica nunca participou da vida criminosa de seu marido, Harry, um exímio assaltante. Quando ele morre num assalto, ao lado de seus comparsas, ela é pressionada pelo dono do dinheiro que pegou fogo junto com eles. A partir daí, Veronica procura as viúvas dos parceiros do marido e planeja um roubo para saldar a dívida e resolver a vida de todas.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

21/11/2018

Desde sua envolvente cena inicial, fica muito claro que As Viúvas, do diretor inglês Steve McQueen, não tem o mais remoto parentesco com a aventura cômica Oito Mulheres e um Segredo – ainda que, nos dois casos, se trate de um grupo de mulheres à frente de um audacioso roubo.
 
Como é habitual em sua obra premiada, que já coleciona os longas Fome (2008), Shame (2011) e 12 Anos de Escravidão (2013), McQueen constrói habilmente um melodrama que extrai suas notas de uma palpitante e aflita humanidade, inspirando-se numa série de TV britânica dos anos 1980. O ponto de partida no filme é o casal formado por Veronica (Viola Davis), funcionária do Sindicato dos Professores de Chicago, e Harry (Liam Neeson), um exímio assaltante, que proporciona vida luxuosa à mulher.
 
A relativa ordem da vida deste casal é rompida quando Harry, comandando mais um assalto ousado, morre, junto com seus comparsas, num carro em fuga, que bate e explode em seguida, junto com o produto do roubo. Fora a dor pela perda do marido, Veronica vai se deparar com uma inesperada e violenta cobrança: havia cerca de US$ 2 milhões no carro incendiado, pertencentes a Jamal Manning (Brian Tyree Henry), candidato que disputa uma eleição regional e não está disposto a perder seu capital.
 
Adentrando no território criminoso frequentado por seu marido, mas nunca antes por ela, Veronica resolve procurar aliadas nas demais viúvas vitimadas pela perda dos maridos na explosão – Alice (Elizabeth Debicki) e Linda (Michelle Rodriguez), a quem se unirá depois uma outra viúva que nada tinha a ver com os ladrões mortos, Belle (Cynthia Erivo), entra na parada, substituindo Amanda (Carrie Coon), que se recusa a participar do grupo.
 
O plano de Veronica é roubar nada menos de US$ 5 milhões, escondidos em algum lugar de Chicago, e que poderá resolver não só sua própria dívida como dar uma chance de futuro às demais viúvas. Isto requer não só que essas mulheres, que jamais se dedicaram pessoalmente a atividades criminosas – embora se beneficiassem das dos maridos – tenham que treinar seu desempenho com armas e capacidade de fuga rápida.
 
O envolvimento destas mulheres, bem diferentes entre si, é o cerne do filme, que mantém focos paralelos para dar contexto a suas histórias – como é o caso do núcleo formado por políticos de origem irlandesa, Jack Mulligan (Colin Farrell), outro candidato na eleição local, e Tom Mulligan (Robert Duvall), seu pai, o implacável chefão deste clã.
 
Temperando o drama das mulheres com toques sobre a crueldade do mundo em que estão inseridas, pontuado por machismo, violência e corrupção, McQueen compõe um drama um pouco diferente de seus trabalhos anteriores, inserindo notas de suspense e reviravoltas contundentes, num roteiro que ele assina a quatro mãos com Gillian Flynn (a roteirista de Garota Exemplar). A intensidade e visceralidade de seu estilo, no entanto, permanecem aqui, especialmente na interpretação eletrizante de Viola Davis – cuja personagem atinge mais nuances e mais complexidade do que as demais.
 
Ainda assim, é um filme singular nesta elaboração de uma solidariedade feminina num contexto de crise, de mulheres colocadas no limite, contra a parede, lidando com esquemas com os quais elas não têm absolutamente intimidade ou controle algum. Num filme com componentes assim violentos, mostra-se sobremaneira presente a mão do diretor para dosar sua intensidade de maneira a não banalizar a violência, nem torná-la voyeurística. O humanismo melancólico de McQueen também ressoa em vários momentos da composição desta sororidade de crise.

Neusa Barbosa


Trailer


Comente
Comentários:
  • 12/12/2018 - 16h30 - Por Carlos Péssimo filme. Esperava mais.
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança