As viúvas

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 5 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Veronica nunca participou da vida criminosa de seu marido, Harry, um exímio assaltante. Quando ele morre num assalto, ao lado de seus comparsas, ela é pressionada pelo dono do dinheiro que pegou fogo junto com eles. A partir daí, Veronica procura as viúvas dos parceiros do marido e planeja um roubo para saldar a dívida e resolver a vida de todas.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

21/11/2018

Desde sua envolvente cena inicial, fica muito claro que As Viúvas, do diretor inglês Steve McQueen, não tem o mais remoto parentesco com a aventura cômica Oito Mulheres e um Segredo – ainda que, nos dois casos, se trate de um grupo de mulheres à frente de um audacioso roubo.
 
Como é habitual em sua obra premiada, que já coleciona os longas Fome (2008), Shame (2011) e 12 Anos de Escravidão (2013), McQueen constrói habilmente um melodrama que extrai suas notas de uma palpitante e aflita humanidade, inspirando-se numa série de TV britânica dos anos 1980. O ponto de partida no filme é o casal formado por Veronica (Viola Davis), funcionária do Sindicato dos Professores de Chicago, e Harry (Liam Neeson), um exímio assaltante, que proporciona vida luxuosa à mulher.
 
A relativa ordem da vida deste casal é rompida quando Harry, comandando mais um assalto ousado, morre, junto com seus comparsas, num carro em fuga, que bate e explode em seguida, junto com o produto do roubo. Fora a dor pela perda do marido, Veronica vai se deparar com uma inesperada e violenta cobrança: havia cerca de US$ 2 milhões no carro incendiado, pertencentes a Jamal Manning (Brian Tyree Henry), candidato que disputa uma eleição regional e não está disposto a perder seu capital.
 
Adentrando no território criminoso frequentado por seu marido, mas nunca antes por ela, Veronica resolve procurar aliadas nas demais viúvas vitimadas pela perda dos maridos na explosão – Alice (Elizabeth Debicki) e Linda (Michelle Rodriguez), a quem se unirá depois uma outra viúva que nada tinha a ver com os ladrões mortos, Belle (Cynthia Erivo), entra na parada, substituindo Amanda (Carrie Coon), que se recusa a participar do grupo.
 
O plano de Veronica é roubar nada menos de US$ 5 milhões, escondidos em algum lugar de Chicago, e que poderá resolver não só sua própria dívida como dar uma chance de futuro às demais viúvas. Isto requer não só que essas mulheres, que jamais se dedicaram pessoalmente a atividades criminosas – embora se beneficiassem das dos maridos – tenham que treinar seu desempenho com armas e capacidade de fuga rápida.
 
O envolvimento destas mulheres, bem diferentes entre si, é o cerne do filme, que mantém focos paralelos para dar contexto a suas histórias – como é o caso do núcleo formado por políticos de origem irlandesa, Jack Mulligan (Colin Farrell), outro candidato na eleição local, e Tom Mulligan (Robert Duvall), seu pai, o implacável chefão deste clã.
 
Temperando o drama das mulheres com toques sobre a crueldade do mundo em que estão inseridas, pontuado por machismo, violência e corrupção, McQueen compõe um drama um pouco diferente de seus trabalhos anteriores, inserindo notas de suspense e reviravoltas contundentes, num roteiro que ele assina a quatro mãos com Gillian Flynn (a roteirista de Garota Exemplar). A intensidade e visceralidade de seu estilo, no entanto, permanecem aqui, especialmente na interpretação eletrizante de Viola Davis – cuja personagem atinge mais nuances e mais complexidade do que as demais.
 
Ainda assim, é um filme singular nesta elaboração de uma solidariedade feminina num contexto de crise, de mulheres colocadas no limite, contra a parede, lidando com esquemas com os quais elas não têm absolutamente intimidade ou controle algum. Num filme com componentes assim violentos, mostra-se sobremaneira presente a mão do diretor para dosar sua intensidade de maneira a não banalizar a violência, nem torná-la voyeurística. O humanismo melancólico de McQueen também ressoa em vários momentos da composição desta sororidade de crise.

Neusa Barbosa


Trailer


Comente
Comentários:
  • 12/12/2018 - 16h30 - Por Carlos Péssimo filme. Esperava mais.
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança