Os exterminadores do além - contra a loira do banheiro

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 13 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Um grupo de youtubers ganha a vida passando-se por caça-fantasmas, mas, evidentemente, sempre fingiram suas missões. Porém, acabam contratados para acabar com a Loira do Banheiro que causa pânico numa escola.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

21/11/2018

Poderia haver um bom exemplar de terrir em Os exterminadores do além - contra a loira do banheiro não fosse a constante necessidade de recorrer à escatologia. O ponto de partida parece ser a nostalgia das comédias de terror e ação dos anos de 1990, mas o de chegada é um suposto humor que mergulha em urina, fezes, machismo, racismo, homofobia, transfobia, um preservativo usado colado na cara de uma mulher, e um feto atracado à cabeça de um homem que se masturba.
 
Danilo Gentili, que além de protagonizar o longa, roteiriza e produz, interpreta um youtuber que, ao lado de um grupo de amigos (Léo Lins, Murilo Couto e Dani Calabresa), tem um canal em que posta vídeos nos quais realizam supostos exorcismos e livram casas de espíritos malignos. Evidentemente, tudo é armação, mas ainda assim, eles desfrutam de certa fama.
 
Eles são contratados pelo diretor de uma escola (Sikêra Júnior), onde um aluno morreu depois de, supostamente, invocar a famosa Loira do Banheiro. Eles deverão passar a noite no prédio para livrá-lo da assombração e, na manhã seguinte, garantir a todos que as aulas podem ser retomadas. Como é de se esperar, a figura do além é real e causa pânico e terror – especialmente naqueles que deviam acabar com ela.
 
Dirigido por Fabrício Bittar – corroterista ao lado de Gentili –, Os exterminadores do além... é exagerado sem ser capaz de ser engraçado. Com suas escatologias, o filme parece também querer chocar, mas é tudo tão excessivo que chega a anestesiar.  

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança