Entrevista com Deus

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Paul é um jornalista especializado em assuntos religiosos que acabou de voltar do Afeganistão, onde cobriu a trajetória dos soldados cristãos no conflito. Perturbado por aquilo que presenciou, ele está com problemas emocionais e em seu casamento. Um desconhecido diz ser Deus e aceita dar uma entrevista ao repórter.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

08/11/2018

Eis um filme com um título bastante autoexplicativo. Paulo (Brenton Thwaites) é um repórter de guerra, especializado em cristianismo, que acaba de voltar do Afeganistão, onde cobriu a participação dos soldados cristãos na guerra. Embora não tenha propriamente lutado, ele parece sofrer de estresse pós-traumático. Tudo mudará, ou deverá mudar, quando começa a entrevistar um homem (David Strathairn), que se reconhece como Deus. Oh, Deus, o que (Te) perguntar?
 
Dirigido por Perry Lang, a partir de um roteiro de Ken Aguado, o filme prega, obviamente, apenas para convertidos. Não há qualquer interesse além de colocar em frases claras e excessivamente didáticas, como sobre os planos de Deus para os humanos e o poder da oração. Paul enfrenta muitos problemas pessoais, além do trauma de guerra – sua mulher (Yael Grobglas) desrespeitou um dos 10 mandamentos (e não foi exatamente “Honrarás teu pai e tua mãe”) – mas suas conversas com Deus acabarão sendo mais sobre ele do que Ele.
 
Lang não foge de qualquer obviedade – desde Deus como um homem branco e grisalho (A cabana, pelo menos, O trouxe como uma mulher negra, interpretada por Octavia Spencer), até os dilemas existenciais de seu protagonista. Filmes religiosos são, por definição, sem ambição – sua função é confortar e reassegurar, não questionar a fé alheia. Por isso, Entrevista com Deus cumpre exatamente o que promete. O problema é que promete muito pouco.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança