My Name is Now, Elza Soares

Ficha técnica

  • Nome: My Name is Now, Elza Soares
  • Nome Original: My Name is Now, Elza Soares
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Brasil
  • Ano de produção: 2018
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 73 min
  • Classificação: 12 anos
  • Direção: Elizabete Martins Campos
  • Elenco:

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Documentário repassa alguns momentos da vida e da carreira da cantora carioca Elza Soares, 81 anos.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

01/11/2018

Que Elza Soares é uma força da natureza, ninguém duvida. Mas, país desmemoriado que é, o Brasil periodicamente precisa ser lembrado de que nasceu e vive aqui uma cantora dessa fibra e quilate, por exemplo, através deste documentário.
 
Aos 81 anos, sua voz não arrefece. Continua rascante e sinuosa, como as curvas do corpo de uma mulher que nunca desiste de amar. “Nasci para ser casada”, diz, matreira e sincerona esta sobrevivente de muitas guerras, contra a pobreza, o machismo, o racismo e o moralismo com os quais nunca compactuou. Elza é e sempre foi uma tigresa.
 
Recorrendo ao dispositivo de oferecer a câmera à cantora como um espelho confessional, o filme de Elizabete Martins Campos renuncia, assim, a qualquer intenção didática de recontar a vida de sua protagonista, deixando por conta dela mesma percorrer alguns episódios que mais lhe saltam à pele – como vir do “planeta fome”, ser negra, índia, samba, jazz, funk, sagrada e profana e, apesar de tão intensa, sentir-se “uma pantera reduzida a filhote de gato de fundo de padaria”, como ela expressa com sua contundência afiada.
 
Entremeando estes momentos de exposição de seu coração, batido por tantas dores – como a morte do filho Garrinchinha, dela e de Garrincha, um de seus grandes amores -, não poderia faltar a música, que percorre as incontornáveis “Lata d’água” e “Menina, de onde você vem”, de autoria dela, até “Se acaso você chegasse”, “Nada Sou”, “Volta por Cima”, Brasil” e “ A carne”, pontuando uma versatilidade sempre disponível a serviço da música, na qual ela diz procurar a “grandiosidade”.
 
Nenhum filme, por mais que se demorasse sobre esta figura tão carismática e complexa, certamente daria conta de todas as faces deste caleidoscópio incandescente. My name is now, Elza Soares é, por isso mesmo, fragmentário, parcial e provisório. Elza não começa nem acaba aqui. É uma estrela cujo brilho inteiro nenhum olhar pode captar de uma só vez.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança