Legalize Já - Amizade nunca morre

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Anos 1990. Marcelo e Skunk são dois jovens do subúrbio carioca que sonham em ganhar a vida com sua música, mas a realidade sempre atravessa esse sonho. Isso não os impede de fundar uma das bandas mais influentes daquela época: o Planet Hemp.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

28/09/2018

Legalize Já – Amizade nunca morre é um filme perfeito para o nosso tempo. Embora a trama, que resgata a criação do Planet Hemp, se situe nos anos de 1990, na era Collor, seu comentário reflete o presente política e socialmente retrógrado que o Brasil vive. Os protagonistas são Marcelo (Renato Góes) e Skunk (Ícaro Silva), dois jovens da periferia carioca, que encontram no rap a melhor forma de expressão.
 
O roteiro, assinado por Felipe Braga – com colaboração do próprio Marcelo D2 ao lado do diretor Johnny Araújo, no argumento –, tem como força motriz a amizade entre os dois e as dificuldades que encontraram. Marcelo é camelô, mora com o pai (Stepan Nercessian) e descobre que sua namorada, Sonia (Marina Provenzzano), está novamente grávida e, mais uma vez, irá fazer um aborto.
 
Skunk, por sua vez, é portador de HIV, e conta apenas com ajuda de um argentino (Ernesto Altério), dono de um bar no Rio, que cuida do rapaz, e, mais tarde, patrocina a parceria dele com Marcelo, um aspirante a rapper e compositor. Mais do que a arte, a música é, para os dois, um grito contra a sociedade, a forma de expressar as angústias pessoais e sociais que os consomem.
 
Os dois parecem ter papéis distintos na criação do Planet Hemp, e Skunk emerge como uma espécie de guru ideológico da banda, trazendo nas letras um grito de revolta e resistência.
 
Legalize Já é um filme que poderia facilmente ter caído em alguns clichês – seja no trato dos personagens, no papel da arte, na questão da legalização da maconha, no retrato de uma época – mas a dupla de diretores, formada por Araújo e Gustavo Bonafé, toca nos assuntos com honestidade e deixa que os dois protagonistas brilhem ao recriarem a trajetória de Marcelo e Skunk. O longa encontra em Góes e Silva dois ótimos atores repletos de energia e garra, recriando uma época que reverbera até hoje. 

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança