Tudo por um popstar

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Manu, Gabi e Ritinha vivem no interior do Rio de Janeiro. Quando a boy band favorita delas vai tocar na capital, elas fazem de tudo para ir ao show. Chegando lá, enfrentam uma série de empecilhos para conseguir ver os Slavabody Disco Disco Boys.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

27/09/2018

Tudo por um popstar traz uma trama tão antiga quanto uma boy band que não se importa em ter uma roupagem nova, nem reciclar seu enredo. A presença de celulares e redes sociais em nada serve para dar algum frescor à história de três garotas do interior que vão à cidade grande para ver sua banda preferida.
 
Manu (Klara Castanho), Gabi (Maisa Silva) e Ritinha (Mel Maia) são apaixonadas pela Slavabody Disco Disco Boys, um grupo americano liderado por um brasileiro, conhecido como Slack (João Guilherme Ávila). Elas moram no interior do Rio de Janeiro, e eles vão tocar na capital. O primeiro desafio é convencer os pais a bancarem a viagem e os ingressos, além de permitir que elas viajem com Babete (Giovanna Lancelotti), a prima riponga e sem noção de uma delas.
 
Esse não é um grande empecilho que o roteiro de Thalita Rebouças – a partir de livro dela mesma – impõe às garotas. Isso se resolve muito fácil, mais ou menos, como tudo o que acontece depois. Problemas acontecerão, mas o trio de protagonistas consegue resolver ou contornar os obstáculos.
 
Na tela, as três jovens atrizes tentam, mas suas personagens não têm muito a oferecer a elas em termos de atuação. Manu, Gabi e Ritinha não têm muita nuance além da histeria coletiva pela banda que as leva se envolverem em trapalhadas no Rio de Janeiro, uma cidade que não conhecem e onde ficam sozinhas. Tudo dá errado, mas é pela força da amizade que elas superam os problemas.
 
O filme, em si, é fraco em sua narrativa também. Mais de uma vez uma personagem, por exemplo, está sonhando com algo, e só depois descobre-se que aquilo não aconteceu realmente – era apenas um sonho. É um recurso pobre e ultrapassado que, usado apenas vez já bastaria, e aqui se torna recorrente.
 
Tudo por um popstar é um filme que se destina única e exclusivamente a pessoas (especialmente adolescentes, é claro) que se identifiquem com o título e as personagens e sejam capazes de compartilhar suas motivações. 

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança