Camocim

Ficha técnica

  • Nome: Camocim
  • Nome Original: Camocim
  • Cor filmagem: Colorida
  • Origem: Brasil
  • Ano de produção: 2017
  • Gênero: Documentário
  • Duração: 76 min
  • Classificação: Livre
  • Direção: Quentin Delaroche
  • Elenco:

Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Documentário realizado numa pequena cidade do interior pernambucano acompanha as eleições municipais, colocando seu foco principal num candidato a vereador, César Lucena, e sua idealista cabo eleitoral, Maiara Gomes.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

29/08/2018

A campanha política retratada no documentário Camocim, de Quentin Delaroche, é a de um vereador, César Lucena. Mas a real protagonista de toda a história, na verdade, é Maiara Gomes, 23 anos, a carismática cabo eleitoral do candidato de primeira viagem, empolgada pelo desejo de renovação da política no pequeno município pernambucano de Camocim de São Félix, na Zona da Mata pernambucana.
 
A cada quatro anos, os cerca de 10.000 habitantes da cidadezinha são mobilizados por campanhas políticas em que os candidatos de bandeiras vermelhas (PTB) e azuis (PSD) medem forças (os partidos, aliás, não são mencionados no filme, somente seus números). Nada de novo num jogo de cartas marcadas, de promessas manjadas, de clientelismo inegável. Afinal, como a própria Maiara não ignora, quase metade da cidade depende dos contratos da prefeitura para viver, tornando-se, automaticamente, um eleitorado de cabresto.
 
Apesar disso, Maiara não desiste. Acha que os jovens, como ela e seu candidato e amigo, podem reverter esse quadro. Assim, os dois se empenham apaixonadamente no corpo a corpo com os eleitores, na composição dos jingles, na distribuição de materiais. Nada mais fascinante do que Maiara em suas conversas pela cidade, inclusive com amigos e conhecidos, em que exercita uma verve singular e um talento inegável para a política – inclusive quando ela debate com outros jovens que formaram um movimento pelo voto nulo, que é a sua reação contra este jogo de cartas marcadas. Mais de uma vez, sente-se que devia ser Maiara a candidata.
 
O diretor, Quentin Laroche, é francês e este é seu primeiro filme produzido no Brasil, finalizado um ano atrás. Não é difícil imaginar o que deve ter atraído seu olhar de estrangeiro nesta campanha interiorana: o ritual de comícios regados a músicas, micaretas, passeatas com bandeiras e eventuais brigas quando os ânimos se exaltam. Espetáculos públicos em que os cidadãos se mobilizam mas, no final, não acreditam mesmo que nada possa mudar. Maiara, não. Ela só espera uma nova chance, daqui a quatro anos.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança