A noite do jogo

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Max e Annie são viciados em jogos, e sempre recebem os amigos para uma competição acirrada. A chegada do irmão dele, Brooks, transforma tudo pois um sequestro que era para ser de brincadeira, parece ter sido real.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

11/04/2018

Desde a sua primeira cena, A noite do jogo deixa claro que Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams) foram feitos um para o outro. São competitivos ao extremo e se completam – ou encontraram um no outro um rival a altura, e se uniram para neutralizar. De qualquer forma, os anos se passaram e a obsessão em disputar de todas as formas só se exacerbou. Semanalmente, recebem em casa um grupo de amigos para jogarem – desde jogos de tabuleiro, até charada e mímica. Tudo vai relativamente bem, até que o irmão mais velho de Max, Brooks (Kyle Chandler), volta para a cidade.
 
Brooks é o irmão que deu certo na vida – sempre deu certo na vida, e sempre venceu Max. Ele passou uma temporada bem-sucedida na Europa, de onde voltou mais rico, alugou uma mansão, e convida a todos para uma noite de jogo na sua nova casa, prometendo que esta será inesquecível. Ele contratou uma empresa especializada em encenar sequestros, os participantes da brincadeira deverão seguir pistas, e quem encontrar a vítima ganha o prêmio – um carro vintage caríssimo.
 
O sequestro é encenado com tamanha perfeição que parece verdadeiro – e, com o tempo, Max e Annie, além e dois outros casais de amigos, perceberão que pode mesmo ser real, e que Brooks está envolvidos num submundo de crime, o que teria causado o rapto. Transitando entre a brincadeira e a realidade – sem nunca ter certeza do que é real ou encenado – eles devem desvendar pistas, e salvar a vida de Brooks.
 
Dirigido por John Francis Daley e Jonathan Goldstein – roteiristas de Homem-Aranha: De volta ao lar, e Quero matar meu chefe – o filme é uma sucessão de perseguições de carro e gags humorísticas – algumas bem engraçadas, outras nem tanto. A premissa, por si só, já é exagerada, e o longa abraça esse exagero com gosto, sendo cada vez mais absurdo e irrealista – aí está sua graça.
 
Os personagens coadjuvantes, embora um tanto calcados em clichês, são engraçados também, como o casal formado por Lamorne Morris e Kylie Bunbury, ou o policial de feições sempre suspeita, interpretado por Jesse Plemons    Jesse Plemons. Mas, não se engane, e os ganhadores aqui são o casal de protagonistas formados por Bateman e McAdams. Ele é conhecido por comédias, mas é ela quem rouba o show, e lembra como é capaz de ser hilária – como quando despontou em Meninas Malvadas

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança