O fantasma da Sicília

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 2 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Luna e Giuseppe são melhores amigos. Ela está se apaixonando por ele, mas teme declarar-se. De repente, o rapaz desaparece, foi sequestrado. Como a situação envolve mafiosos, todos se calam na cidadezinha. Somente Luna parece disposta a tudo para tentar reencontrar Giuseppe.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

26/09/2017

Prêmio Revelação na Semana da Crítica do Festival de Cannes 2013, o drama italiano O Fantasma da Sicília injeta uma nova atmosfera a uma história muitas vezes filmada, envolvendo o sequestro de um adolescente por mafiosos.
 
É num tom de fábula gótica que os diretores e roteiristas Fabio Grassadonia e Antonio Piazza (de Salvo) se apropriam da história, baseada em fatos reais, de Giuseppe Di Matteo (Gaetano Fernandez). Garoto de 15 anos, ele é sequestrado por gângsters, que desejam silenciar seu pai, Santino, outro integrante da Cosa Nostra que está delatando seus antigos companheiros.
 
Quando o menino desaparece, a única que se levanta contra o muro de silêncio que toma conta da cidadezinha é Luna (Julia Jedlikowska). Colega de escola de Giuseppe, ela é apaixonada por ele, o que a torna ainda mais veemente. Ela desafia a polícia, os professores, os próprios pais (Sabine Tmoteo e Vincenzo Amato) para que se mobilizem para encontrar Giuseppe, que parece ter sumido da face da Terra. Nenhuma pista foi encontrada, mas todos sabem onde está a responsabilidade. A própria família do garoto recusa contatos, fechando as portas à menina.
 
O toque surrealista entra na maneira como a menina se relaciona com suas lembranças do amigo, percorrendo os bosques onde antes andava com Giuseppe – e onde ela é capaz de vê-lo e falar com ele, recordando episódios vividos, fantasiando outros.
 
Paralelamente, apresenta-se a realidade do menino capturado, que atinge as raias do horror, pelo tempo do cativeiro e o isolamento a que ele é submetido. Para sobreviver a isso, ele também tem que recorrer ao sonho e à imaginação. A própria situação, tal como é, remete mais ao pesadelo do que a qualquer racionalidade.
Alternando estes dois cenários, o de Luna e o de Giuseppe, incluindo também sua amiga Loredana (Corine Musallari), o filme delineia um retrato sensível de uma adolescência sitiada, em que os sentimentos e projetos de vida alternativa a uma realidade petrificada encontram toda a dificuldade de sobreviver. Só mesmo no sonho é possível encontrar algum respiro.
 
A fotografia de Luca Bigazzi (A Grande Beleza) e o trabalho de som de Emanuela Di Giunto e Federico Amadio sustentam na justa medida a proposta do filme, que se inspira também no conto Un Cavaliere Bianco, do livro Non Saremo Confusi per Sempre, de Marco Mancassola.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança