Amityville - O despertar

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Uma mãe viúva aluga a casa infame, pois é perto do hospital que cuida do seu filho comatoso, e se muda para lá com ele e as duas filhas. A casa, no entanto, faz justiça à sua fama e desperta o que há de pior nas pessoas.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

07/09/2017

Não que alguém tenha pedido um novo filme da série Amityville, mas inventaram de fazer. E Amityville - O despertar mostra porque, desde 2012, seu lançamento tem sido adiado. O longa pouco se encaixa na história da série. É, digamos, um novo exemplar sem muitas conexões com o original, a não ser o cenário da casa maldita que “obriga” as pessoas a matarem a todos.
 
A protagonista é a adolescente Belle (Bella Thorne), que se muda para a casa com a mãe (Jennifer Jason Leigh), a irmã caçula (Mckenna Grace) e o irmão comatoso, James (Cameron Monaghan). O "atrativo" de morar no local é que o aluguel é barato – dado o histórico macabro da casa – e porque fica próximo do centro médico que trata do rapaz.
 
Belle desconhece o passado de sua nova casa, mas logo um colega de escola (Thomas Mann) lhe conta a história e inclusive apresenta o filme original, de 1979, Horror em Amityville. Por um tempo, o longa, roteirizado e dirigido por Franck Khalfoun, brinca com a mitologia em torno da casa, e dos longas. Mas não por tempo suficiente para melhorar o resultado final aqui.
 
O subtítulo de Amityville - O despertar faz um trocadilho com a casa e um dos personagens, que irá, inevitavelmente, tentar matar sua família. Mas, entre um susto barato e outro, a pessoa que realmente precisará despertar durante o filme é o público.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança