Os guardiões

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 2 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Um cientista soviético tenta criar humanos super-poderosos, e, décadas depois, essas pessoas são as únicas que o podem deter quando ele quer dominar o mundo.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

25/08/2017

Os Guardiões, de Sarik Andreasyan, é uma clara tentativa do cinema russo conquistar algum mercado internacional com um filme que segue, mais ou menos a cartilha do gênero filme de herói, mas muitos degraus abaixo do limite tolerável de falta de qualidade. Com uma trama concebida pelo diretor, o longa é uma pastiche de Os Vingadores, X-Men e Guardiões da Galáxia, sem qualquer qualidade dessas produções.
 
O quarteto central é formado por mutantes criados por um cientista maluco quando ainda exista a União Soviética. Cada um deles tem, por assim dizer, um dom. Arsus (Anton Pampushnyy, uma espécie de Chris Pratt russo) se transforma num urso de força incomensurável; Khan (Sanjar Madi) é veloz e dono das lâminas mais afiadas do Leste Europeu; Ler (Sebastien Sisak) controla pedras; e Kseniya (Alina Lanina) é capaz de ficar invisível em contato com água. Como não souberam lidar com seus poderes e sem conhecer um ao outro, refugiaram-se em diversos lugares da antiga URSS.
 
Quando o cientista, Kuratov (Stanislav Shirin), adquire uma força descomunal e resolve dominar o mundo, o governo russo acredita que apenas esses mutantes poderão detê-lo. Enfim, não custa muito eles estão lutando juntos pelo bem da humanidade – com qualquer super-herói que se preze. Até aí nada de novo, e nada ofensivo, porque qualquer filme de herói é, basicamente, isso. O problema é que Andreasyan se contenta com o básico mal feito, com efeitos toscos, personagens ruins e situações nada criativas. Contando com menos de 90 minutos, Os Guardiões parece mais longo do que isso, e a péssima dublagem em inglês (uma estratégia clara para conseguir lançamento fora de seu país) só acrescenta uma camada de bizarrice.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança