A torre negra

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

O Homem de Preto, uma figura misteriosa de um mundo fantástico, sequestra crianças terráqueas para destruir a Torre Negra. O Pistoleiro é o seu maior inimigo, e agora estão prestes a viver um novo embate.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

18/08/2017

Uma série de oito livros – publicados entre 1982 e 2012 – ganha uma adaptação displicente assinada pelo dinamarquês Nikolaj Arcel (O Amante da Rainha), que, com 95 minutos, mais parece um trailer longo de um filme que um dia viria a existir. Concebido como uma espécie de prequel (ou talvez sequência) para os romances de Stephen King, A Torre Negra é uma confusão sem pé ou cabeça que combina ficção científica, fantasia, western e terror. Todos gêneros explorados muito superficialmente, o que resulta praticamente numa paródia involuntária.
 
O personagem que dá início à trama é o jovem Jake Chambers (Tom Taylor), que tem poderes paranormais, sonhos estranhos que transforma em ilustrações um tanto sinistras, e em quem ninguém acredita – nem sua mãe (Katheryn Winnick), que, depois de muitos problemas, decide interná-lo numa clínica psiquiátrica. Ele foge e encontra, numa casa abandonada, um portal para outro mundo.
 
Nesse universo paralelo, conhecerá Roland Deschain (Idris Elba), dado como último Pistoleiro, que mantém uma batalha eterna com (Matthew McConaughey), também chamado de O Homem de Preto. Aparentemente, a rixa entre os dois envolve a disputa pela tal Torre Negra do título, uma estrutura que segura o universo de pé.
 
O Homem de Preto quer destruí-la e, para isso, captura crianças humanas com poderes especiais, sugando a energia delas. Ele é a força do mal que quer destruir o mundo apenas pelo prazer de destruir – ao menos, é o que parece – e McConaughey compreende isso como simplesmente interpretar o personagem com um olhar vago, fazendo poses e jogando charme de um lado para outro.
 
O Pistoleiro, além de tudo, tem motivos para querer se vingar do outro personagem, que matou seu pai (Dennis Haysbert). Para isso, conta com uma arma forjada em metal diretamente da espada do Rei Arthur. Junto de Jake, irá para Nova York – onde sua roupa não causa estranhamento, porque nas ruas há gente com vestimentas mais esquisitas do que as dele –, onde pretende bater de frente com seu rival.
 
A trama é confusa, os personagens mal resolvidos e os efeitos, pífios. Nada funciona – apesar de Elba ser um grande ator, ele precisa de um material melhor para exercitar isso – e o resultado, apesar de curto, parece excessivamente longo para algo que um dia viria a ser um filme.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança