Na vertical

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Léo é um roteirista sofrendo de bloqueio criativo. Ele cai na estrada e acaba num sítio, habitado por uma mulher, Marie, seus dois filhos pequenos, e o pai dela. Os dois se envolvem e têm um outro filho. Mas, a partir daí, o relacionamento toma outros rumos.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

08/06/2017

Em Na Vertical, o diretor Alain Guiraudie (Um estranho no lago) novamente aposta em comportamentos não convencionais e numa sexualidade exacerbada para compor a vida de um grupo de personagens à procura de um destino, em que o subtexto é também a composição de um roteiro.
 
O protagonista, Léo (Damien Bonnard), é um roteirista em bloqueio criativo. Cai na estrada e encontra uma mulher, Marie (India Hair), pastoreando um bando de ovelhas, numa região assolada por ataques de lobos. Ela é mãe de dois filhos e vive com o pai (Raphael Thierry) num sítio, em que o viajante acaba ficando por um tempo.
 
O romance não dura muito tempo, mas nasce um bebê, que fica com o pai. Este vive sendo cobrado pelo telefone para entregar este roteiro que ele nunca termina. Ao mesmo tempo, ele não esconde sua atração por alguns homens, como um jovem que vive com um homem velho. O próprio sogro sente atração por ele.
 
Sexo, a luta pela sobrevivência e um discurso metalinguístico – há uma cena impagável da fuga do protagonista num rio – conduzem Na Vertical, que é um tanto fragmentário e confuso. Em compensação, tem uma bela cena final envolvendo os lobos, que quase compensa fragilidades anteriores da história toda. Quase.

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança