Quase 18

Ficha tcnica


Avaliao do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


Pas


Sinopse

A adolescente Nadine perde o rumo quando sua única amiga começa a namorar com seu irmão. Desesperada, pensa em se matar, mas antes pede ajuda ao professor de história.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crtica Cineweb

26/01/2017

A comédia adolescente é um gênero que vira e mexe dá um último suspiro e ressuscita. Quase finada depois dos anos de 1980, com um bom espécime aqui ou ali, encontra em Quase 18 um novo fôlego, injetado pela diretora e roteirista Kelly Fremon Craig. Ao centro da trama, nada de novo: as dores do crescimento. Mas a forma como o filme lida com isso (especialmente sob a sombra da tecnologia contemporânea) é muito interessante.
 
O talento de Hailee Steinfeld, indicada ao Globo de Ouro de melhor atriz em comédia ou musical, também conta muito para dar credibilidade à jovem atormentada Nadine. Desde muito pequena, sofreu com a concorrência com o irmão, Darian (Blake Jenner), que é perfeito em tudo (esportes, estudos e beleza), fazendo com que ela sempre seja preterida, até pela mãe (Kyra Sedgwick), encontrando apoio apenas no pai (Eric Keenleyside).
 
Tudo muda, quando ainda pequena, conhece Krista (Haley Lu Richardson), outro patinho feio esnobado na escola. As duas se tornam melhores amigas, crescem, amadurecem, o pai de Nadine morre. E, tempos depois, sua amiga começa a namorar com seu irmão, para desespero da protagonista. O longa começa com ela entrando na escola e indo direto à sala do professor de história, Bruner (Woody Harrelson, num papel engraçado e terno), para quem diz que está prestes a se matar. A trama, então, volta ao passado até chegar novamente a esse ponto.
 
Até chegar lá, descobrimos que ela é apaixonada pelo bad boy da escola (Alexander Calvert), mas não tem coragem de se declarar; é alvo da paixão de Erwin (Hayden Szeto), que não sabe o que fazer com isso; rompeu sua amizade com Krista e tudo está dando errado em sua vida. É, enfim, o superdimensionamento tipicamente adolescente dos problemas, para quem a única saída parece a morte. Bruner poderá mostrar que há luz no fim do túnel no formado de um emoji.
 
Quase 18 está na mesma linha das comédias de John Hughes – como Gatinhas e Gatões e O Clube dos Cinco – para a geração que se comunica por Facebook e Whatsapp. A percepção da diretora sobre como a tecnologia afeta os relacionamentos juvenis e o processo de amadurecimento é aguçada e em sintonia com o presente. Sem vocação pra mártir (ufa!), Nadine é uma personagem muito próxima da realidade, capaz de fazer uma besteira atrás da outra, e nem sempre (na verdade, quase nunca) aprender com seus erros.

Alysson Oliveira


Trailer


Deixe seu comentrio:

Imagem de segurana