Horas decisivas

Ficha tcnica


Avaliao do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Pas


Sinopse

Em 1952, uma tempestade fortíssima atinge a costa da Nova Inglaterra, provocando a quebra de um petroleiro em dois. Uma equipe da Guarda Costeira luta contra o mau tempo para tentar resgatar mais de 30 marinheiros no local.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crtica Cineweb

16/02/2016

Ao final da sessão de Horas Decisivas, a impressão geral do público sobre o longa de Craig Gillespie não será desagradável. Ao contrário, o diretor do ótimo filme indie A Garota Ideal (2007) e de Arremesso de Ouro (2014) faz deste longa um entretenimento seguro e familiar, de leves ousadias e bons resultados técnicos em quase todos os departamentos.
 
Mas a sensação é de que a obra não faz jus às fatídicas horas vividas pelos envolvidos no maior resgate da Guarda Costeira realizado com uma pequena embarcação, ocorrido na costa de Massachussetts em 1952. Isso porque a tensão nunca parece próxima ao perigo a que os personagens reais estiveram expostos quando o navio-tanque Pendleton se partiu em dois durante uma forte tempestade e um grupo saiu em um bote para salvá-los.
 
Estruturado como um velho drama de resgate, o roteiro inspirado em um livro de Casey Sherman e Michael J. Tougias se divide em três frentes de ação, que nem sempre encontram um equilíbrio entre si e um ritmo ao costurar cada história no decorrer na trama. A narrativa alterna-se entre o que acontece em terra firme, a missão quase suicida comandada por Bernie Webber (Chris Pine, o capitão Kirk de Star Trek) e as tentativas da tripulação de uma das metades do navio de não deixá-la naufragar e terem o mesmo destino do capitão do Pendleton na outra parte do cargueiro. O desenvolvimento das tramas segue com alguma previsibilidade, mas os roteiristas Scott Silver, Paul Tamasy e Eric Johnson, responsáveis pelo script de O Vencedor (2010), quebram alguns padrões em seus personagens.
 
Bernie é um herói relutante e protagonista retraído, que, enquanto é pego de surpresa pela sua decidida namorada Miriam (Holliday Grainger), tem de superar o trauma de um resgate malsucedido para conseguir êxito na nova e mais arriscada missão. Condutora da subtrama amorosa e dos desdobramentos na cidade por conta da tempestade, a telefonista que se enamora de Webber é exemplo de uma mulher progressista, que não se rebaixa às imposições de gênero da época. Pena que o roteiro nunca lhe fornece uma função narrativa mais proeminente.
 
Por isso, é provável que o público se interesse mais pelos trabalhadores das salas de máquinas que têm de tomar as rédeas do que restou da embarcação, no qual, no meio de alguns tipos estereotipados, está um líder nato, não pelo seu poder de comunicação, mas por seu conhecimento do navio e pragmatismo. A estranheza do papel de Ray Sybert oferece a Casey Affleck – entre outros trabalhos, conhecido por Medo da Verdade, filme dirigido pelo irmão Ben Affleck – a chance de se destacar em um elenco competente.
 
A lembrança recente de No Coração do Mar, para quem assistiu o drama épico de Ron Howard, gera uma comparação imediata, mas talvez injusta. Gillespie não se propõe a construir um subtexto mais filosófico que se encontrava naquela produção, porém, não preenche seu longa de lições de moral vazias que poderiam ser facilmente ostentadas em um filme destes. Contudo, a artificialidade das cenas no mar deste, muitas delas noturnas, deixa clara a superioridade da computação gráfica realizada no exemplar marítimo de Howard.
 
Se o CG não imersivo, junto com trilha sonora extremamente “Disney”, melodramática e assinalada de maneira bastante contundente assinada por Carter Burwell, habitué dos irmãos Coen, são pontos depreciativos da obra, a fotografia de Javier Aguirresarobe, de A Estrada 92009) e  Os Outros (2001), é o grande chamariz técnico. Ao lado dela, a direção de Craig constrói ótimos momentos – que, provavelmente, são os poucos em que a versão 3D vale o ingresso –, como o do plano-sequência de um “telefone sem fio” no navio, cuja emergência da sobrevivência deles gera uma tensão que o espectador deveria sentir mais no decorrer de Horas Decisivas.

Nayara Reynaud


Trailer


Deixe seu comentrio:

Imagem de segurana