Um Ato de Coragem

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 6 votos

Vote aqui


País


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

13/03/2003

Quem for assistir ao novo filme de Denzel Washington (Oscar de melhor ator em Dia de Treinamento) certamente se lembrará de histórias muito parecidas envolvendo pessoas de sua própria família, colegas de trabalho, vizinhos e terá de admitir que já teve muita vontade de imitar o ator americano quando precisou usar os serviços da Previdência Social ou de convênios médicos e recebeu um não como resposta.

Um Ato de Coragem, o novo filme do diretor Nick Cassavetes, mostra o desespero de um operário, John Quincy Archibald (Washington), que perde a cabeça ao ser informado pela diretora de um hospital (Anne Heche) que seu plano de saúde não prevê a realização de transplante cardíaco para seu filho, Mike (Daniel E. Smith), e toma pacientes e médicos da instituição como reféns para obrigar o hospital a realizar a cirurgia e salvar a criança.

Naturalmente a reação do pai é extremada, mas consegue uma rápida e fácil identificação com o espectador médio que, como nos filmes de cowboy, quer ver o mocinho liquidar o bando de sanguessugas que invadiu sua cidade. Ao buscar essa identificação emocional, o filme cai em armadilhas perigosas, descambando em muitos momentos para o melodrama, com o uso exagerado de clichês. Isso não impede que Denzel Washington dê ao personagem uma generosidade e um sentimento de justiça invejáveis. Não há como deixar de simpatizar com seu gesto destemperado, mas muito humano.

John é um operário que teve sua jornada de trabalho reduzida, por causa da recessão, e viu o salário cair na mesma proporção. Já perdeu o carro e tenta, em vão, conseguir um segundo emprego para complementar a renda da família. A mulher, Denise (Kimberly Elise), ganha pouco como caixa de um supermercado. Mike, o único filho do casal, desmaia durante um jogo de beisebol e o médico que o atende constata a necessidade de um transplante cardíaco. Todos os procedimentos burocráticos são tomados, mas a administradora descobre que o plano de saúde de John não cobre a cirurgia.

O operário tenta alterar o plano, mas não consegue. Vende móveis, recebe ajuda da comunidade, mas o dinheiro arrecadado é insuficiente para pagar o hospital. Ao descobrir que o garoto será mandado para casa, toma a decisão extrema que manterá médicos, pacientes e funcionários sob seu completo domínio.

O prédio é logo cercado pela polícia. O tenente Frank Grimes (Robert Duvall) tenta negociar, pressionado pelo chefe da corporação (Ray Liotta) que defende a invasão do local. Em pouco tempo o circo da imprensa chega e acompanha ao vivo as negociações que podem acabar em tragédia a qualquer momento.

Apesar de alguns exageros, a força de Um Ato de Coragem está certamente em levantar a cortina que encobre mazelas americanas, como o deficiente sistema de saúde para pobres e imigrantes e o desemprego provocado pela recessão, e tratar esses temas na tela do cinema. As filas do seguro social do país mais poderoso do mundo não ficam nada a dever às nossas. Tanto lá, como cá, rapidez no atendimento e bons hospitais só para quem pode pagar planos de saúde milionários.

Cineweb-30/5/2002

Luiz Vita


Comente
Comentários:
  • 16/09/2010 - 14h31 - Por DIANA LINS É REALMENTE UM ATO DE CORAGEM
  • 20/11/2010 - 21h45 - Por Vera Quero saber o nome da musica de encerramento do filme Um Ato de Coragem, ou quem esta cantando, por favor envie
    Aguardo
  • 20/01/2014 - 19h02 - Por josafa rodrigues dos santos Esse filme foi o máximo para um grande aprendizado da minha parte pois ensina a qualquer um refletir sobre decisões a serem tomadas esse filme mexeu com o mundo realmente Um Ato de Coragem. Quero saber o nome da musica de encerramento do filme Um Ato de Coragem ou quem e que canta a musica por favor estou ancioso aguardando o retorno do meu humildo pedido Obrigado

Deixe seu comentário:

Imagem de segurança