Interestelar

Interestelar

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 26 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Num futuro, a Terra está com os dias contados e a história foi reescrita – o homem nem pousou na Lua, aquilo foi mera propaganda para quebrar a URSS. Um grupo de astronautas parte num projeto ambicioso: encontrar um planeta habitável, que está em outra galáxia.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

03/11/2014

Em sua nova ficção científica, Interestelar, o diretor inglês Christopher Nolan mira em 2001: Uma Odisseia no Espaço e acerta em Gravidade – ou seja, aspira uma profundidade filosófico-existencial, mas cai na superficialidade da fascinação por efeitos especiais e truques, além de um falatório mais longo do que uma viagem espacial. Em todo caso, a força do filme está em suas imagens – já que sua trama é óbvia, beira o banal.
 
A Terra vive seus últimos dias. Crises generalizadas levaram muitas pessoas a abandonar suas profissões, tornando-se fazendeiro para produzir os  alimentos básicos. Mas o solo de todo o mundo está tão degradado, por culpa de uma praga que assola as plantações, além de uma persistente nuvem de poeira, que cientistas começam a pensar na possibilidade de explorar novos planetas a serem colonizados. Se esse é o pano de fundo de Interestelar, é na relação entre pai e filha que Nolan – que assina o roteiro com seu irmão, Jonathan Nolan - coloca o peso do filme.
 
Com a destruição das plantações, Cooper (Matthew McConaughey), que cultiva milho em sua fazenda, está com os dias contados. Um dia, ele foi piloto e sonhou em ser astronauta, mas as condições econômicas forçaram a NASA a fechar o programa espacial. Sua filha caçula, Murph (Mackenzie Foy), compartilha da paixão pelo espaço, tanto que um dos problemas que ela enfrenta na escola é acreditar que as missões à Lua realmente aconteceram – afinal, a história foi reescrita, e essas viagens agora são descritas apenas como propaganda para forçar a quebra da União Soviética.
 
Mas Cooper descobre que a NASA não só ainda existe como mantém um programa secreto para pesquisa da possibilidade de estabelecimento dos humanos em outro planeta. O mentor é Professor Brand (Michael Caine), responsável pelo Projeto Lazarus. A chance reside num buraco próximo a Saturno, capaz de permitir o acesso a uma outra galáxia, onde existem alguns planeteas com possibilidades de servir de habitat.
 
A equipe é composta por Amelia (Anne Hathaway), filha do Professor Brand, Romilly (David Gyasi), um astrofísico, Doyle (Wes Bentley), o copiloto, e robô TARS (dublado por Bill Irwin). As cenas dentro da espaçonave são as mais fracas do filme, e os personagens não dizem muito a que vieram – especialmente Amelia, uma personagem sem graças ou nuances, candidata ao posto de chata da missão.
 
Os astronautas hibernam durante a viagem de 2 anos, que na Terra equivalem a 23 anos. Nesse período, a mudança mais considerável é que Murphy se tornou uma cientista e é interpretada por Jessica Chastain – que tem problemas com o pai que, na visão dela, a abandonou. E é esse laço que impulsiona o filme – afinal, Cooper está fazendo todo os sacrifícios pela filha e o filho (adulto, interpretado por Casey Affleck) e futuros netos.
De toda a promessa e jargão cientificista, Interestelar oferece muito pouco de ficção científica e se contenta apenas com um drama meloso sobre amor paternal e o destino da humanidade – o que faz pensar no risco que podemos estar correndo.

Alysson Oliveira


Comente
Comentários:
  • 12/11/2014 - 11h25 - Por Rodrigo Guazzelli O Alysson Oliveira assistiu o filme antes de escrever a sinopse? parece que não
  • 12/11/2014 - 15h46 - Por Neusa Barbosa Meu caro Rodrigo:

    Nós só comentamos filmes que assistimos, é regra de ouro por aqui.
    Vc pode até não concordar com os comentários, é seu direito; mas colocar este nosso princípio em dúvida, não.
  • 15/11/2014 - 18h40 - Por Gabriel queria saber o que a Neusa achou do filme.Ela costuma ter uma análise mais profunda em suas críticas.
  • 18/11/2014 - 16h33 - Por Neusa Barbosa Caro Gabriel, sem pretender fazer uma crítica em pouco espaço, aqui vai uma síntese do que eu achei do filme:

    O melodrama engoliu a ficção científica e enfraqueceu a história, que tem vários bons momentos;acho que a história ganharia muito com uma melhor definição da personagem da Anne Hathaway, que fica um pouco sem função.

    Pra ficar somente nesses dois pontos.

    abs

    Neusa
  • 19/11/2014 - 14h56 - Por Carlos Durante a viagem da Terra a Saturno, a tripulação hiberna. Esta viagem realmente dura 2 anos. A passagem de tempo relativa (23 anos) se dá em outro momento do filme, que não vou citar para não gerar spoilers.
  • 09/09/2016 - 08h58 - Por guleida Muito ruim sua posição sobre o filme, antes de escrever, assista o filme pelo menos! colar de beijos
  • 09/09/2016 - 09h01 - Por MARA achei toppppp
  • 09/09/2016 - 09h02 - Por Paparazzi Acredito que antes de abordar sobre um determinado filme, temos que assistir né querido, para próxima já fica a dica!
    Colar de beijos
  • 12/09/2016 - 15h50 - Por Neusa Barbosa Como eu já tinha comentado antes, sempre que colocamos uma crítica, assistimos ao filme antes. Portanto,observações como a de Guleida e Paparazzi não têm cabimento.

    O que acontece é as opiniões não baterem, só isso!

    abs
    Neusa Barbosa
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança