O fio de Ariane

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 0 votos

Vote aqui


Locais de filmagem


Sinopse

Hoje é aniversário de Ariane e ela está mais sozinha que nunca. Todos os convidados tiveram problemas e não puderam comparecer. Então, Ariane decide dar uma volta de carro e se perder na cidade grande.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

23/10/2014

Décimo oitavo filme do veterano diretor francês Robert Guédiguian, O fio de Ariane celebra também seu longo casamento e parceria com a atriz Ariane Ascaride, aqui mais novamente sua musa, pela 16ª. vez.
 
O trabalho mistura gêneros e se define como uma fantasia, ancorada nas singulares aventuras de uma mulher, Ariane (Ariane Ascaride), a partir do dia de seu aniversário. Ela prepara um bolo e uma festa. Está à espera da família e dos convidados. Mas, um a um, todos telefonam e avisam que não podem vir.
 

 

Arrasada, ela pega seu carro e sai pela rua, em Marselha, num passeio que a levará bem longe. O primeiro obstáculo é um congestionamento, numa ponte. Ali ela conhece um jovem (Adrien Jolivet), que propõe levá-la a um restaurante em sua Vespa.

Com uma leveza peculiar, a história, roteirizada pelo próprio Guédiguian e por Serge Valetti, segue uma jornada luminosa entre suas referências – como Tchecov e Fellini – , com uma admirável liberdade criativa, que permite extrair o melhor de seus intérpretes, como seus habituais Meylan e também Jean-Pierre Darroussin, no duplo papel de um motorista de táxi e de diretor de teatro.

A musa Ariane enche a tela e dá o seu melhor, oscilando do drama à comédia e ao romance, passando até por um número musical, perto do fim, em que ela canta e dança Quem cria fama, deita na cama, da dupla Kurt Weill e Bertolt Brecht. Imaginação, humor e poesia garantem a diversão. 

Neusa Barbosa


Trailer


Deixe seu comentário:

Imagem de segurança