A Oeste do Fim do Mundo

Ficha técnica


Avaliação do leitor

PéssimoRuimRegularBomÓtimo 1 votos

Vote aqui


País


Sinopse

Leon é um uruguaio vive solitário num antigo posto de gasolina aos pés da Cordilheira dos Andes. Seu cotidiano consiste em encher o tanque de caminhões e cozinhar sua comida. A chegada de uma jovem brasileira irá mudar a vida dos dois.


Nota Cineweb

PéssimoRuimRegularBomÓtimo


Crítica Cineweb

25/08/2014

Talvez seja alguma nova tendência, ou não, mas A oeste do fim do mundo é, como, por exemplo a primeira parte de Eles voltam, um road movie às avessas – ou seja, os personagens ficam parados a estrada e diversas figuras passam por eles causando transformações. Ao centro está Leon (Cesar Trancoso, de O banheiro do Papa), dono de um posto de gasolina no meio do nada na região da Cordilheira dos Andes.
 
Seus poucos contatos com o mundo ‘externo’ se dão pela interação com os caminhoneiros que eventualmente param para abastecer – mas não podem fazer refeição, porque Leon fechou o restaurante – e um amigo, Silas (Nelson Diniz), que traz peças para uma moto que há anos o dono do posto tenta fazer funcionar. Quando o filme, escrito e dirigido por Paulo Nascimento (Em teu nome), parece se cansar do personagem, ou esbarrar nas limitações que o roteiro criou, entra em cena a gaúcha Ana (Fernanda Moro), que viaja em direção a Santiago.
 
Tanto Leon quanto Ana são personagens que tentam fugir de seus passados – e, não é preciso ficar intrigado por muito tempo, até o final do filme tudo será devidamente (e talvez desnecessariamente) explicado. As feridas dele são histórico-pessoais, enquanto a dela é apenas pessoal.
 
Os atores são esforçados e os personagens têm lá seus bons momentos – especialmente quando estão juntos, quando ela com sua delicadeza desmorona o mundo e a cara de durão do uruguaio radicado na Argentina – mas ainda falta algo ao filme. Não é sua aridez (tal qual a da região onde é situado) que o enfraquece – pelo contrário – mas quando o diretor esquece que menos é mais que longa toma rumos desnecessários, tocando em assuntos um tanto delicados para servir apenas de pano-de-fundo, como a Guerra das Malvinas.

Alysson Oliveira


Trailer


Comente
Comentários:
  • 18/02/2016 - 22h58 - Por Luiz Carlos Assisti e gostei muito, tanto do filme em si como das belas paisagens. Mas o que me deixou perplexo mesmo, foi ver um corpo tão escultural, lindo, maravilhoso como tem a Fernanda Moro.Coisa de outro mundo, e natural. Parabéns Fernanda.
  • 26/03/2019 - 22h17 - Por JORGE SALOMÃO Depois de muitas tentativas por quase dois anos, sem sucesso, resolvi desabafar.
    Comprei o filme em pauta por quase 20,00, na LOOCKE, intermediada pelo WALLMART, e até hoje não recebi nada. Por quê?
    A informação que recebi era de venda e não locação. E, ao final, disponibilizaram para locação, do que não gostei.
    É possível resolver esta questão?
    Prof. Jorge
  • 28/03/2019 - 11h03 - Por Neusa Barbosa Prof. Jorge, não temos ideia de como resolver isso. Creio que o melhor seria o senhor entrar em contato com o Procon.
    abs
    Neusa Barbosa
Deixe seu comentário:

Imagem de segurança